Entretenimento / Cultura

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Festival de Música da RBA abre inscrições hoje

Segunda-Feira, 01/08/2016, 12:55:12 - Atualizado em 01/08/2016, 13:13:05 Ver comentário(s) A- A+

Festival de Música da RBA abre inscrições hoje (Foto: Elcimar Neves)
Novidade deste ano é que Marabá terá festival próprio para região sudeste do estado (Foto: Elcimar Neves)

Hoje iniciamse as inscrições para o “VIII Festival de Música Popular Paraense”, do Grupo RBA, com regulamento disponível no hotsite do evento no DOL - Diário Online. A novidade desta edição é que Marabá – antes palco de uma seletiva de onde saíam duas finalistas para a disputa do grande prêmio em Belém - ganha um festival próprio, o “I Canta Marabá Festival de Música Popular”, aberto a músicos da região. Para quem está de olho em uma vaga em um dos dois eventos, as inscrições são gratuitas e seguem até o dia 12 e 20 de setembro, respectivamente em Marabá e Belém.

“Começamos com um piloto em Marabá e agora sentimos que dava para desmembrar o evento de lá do festival em Belém. Era um sonho nosso fazer um festival para os músicos daquela região com premiação, troféu, tudo”, explica Marco Antônio, da empresa Marco Eventos, responsável pela produção dos dois eventos. “O ‘Festival de Música Popular Paraense’ mostra todo o potencial do Pará em relação à música. São grandes cantores, compositores, músicos. Após tantos anos o festival já está consagrado e estava na hora de Marabá, pela sua força, ter um festival separado, com premiação específica em reconhecimento aos profissionais de lá”, ressalta Camilo Centeno, diretor geral do Grupo RBA, informando que a edição de Belém terá transmissão para todo o Pará, e a edição de Marabá será exibido para toda a região sudeste do estado.

Em ambos os festivais, o regulamento orienta: “Podem se inscrever todos os compositores paraenses e não paraenses, estes desde que notoriamente radicados no estado do Pará, há no mínimo, um ano”. E em cada festival, os intérpretes só podem defender uma música. Além disso, o regulamento destaca: “Só será considerada válida para concorrer (em Marabá e em Belém), músicas que nunca tenham sido premiadas em outros festivais. E sejam originais em letra e melodia (não plagiadas)”. Tendo em vista esta regra, afirma Marco Antônio, “os compositores podem se inscrever em ambos os festivais (de Marabá e Belém), desde que as músicas inscritas nunca tenham sido premiadas em outro festival”, reforça.

 O “Festival de Música Popular Paraense” se tornou um evento aguardado anualmente por compositores e intérpretes paraenses. Nele, Arthur Espíndola, por exemplo, encontrou sua alma de sambista ao participar de duas edições com composições próprias neste gênero. O público é sempre presenteado com performances de grandes intérpretes paraenses, como Alba Maria e Andréa Pinheiro. Sem contar que o evento apresenta a toda uma nova geração da música o clima dos antigos festivais de música que havia pelo Brasil.

“Na própria banda (que acompanhou a apresentação) tem pessoas que pisaram em um festival pela primeira vez e com uma competência e profissionalismo incríveis. Normalmente, aqui no Pará, a gente ainda é carente, não de público, mas desse respeito profissional. E a RBA está de parabéns pelo respeito com o qual nos tratou”, elogiou Joba Barreto, conhecido como um dos vocalistas da Banda Warilou e intérprete de “Massemba, Semba e Samba”, composição vencedora do Festival em 2015.

As inscrições para o festival de Belém podem ser  feitas, de segunda a sextafeira, no horário de 10 às 16h, nas lojas Classificados TEM!. Este ano a comissão terá até o dia 23 de setembro para escutar todo o material enviado e selecionar as 24 músicas que participarão da primeira eliminatória. Serão duas noites de apresentação, das quais serão classificadas 12 músicas para a grande final. O regulamente determina que os quesitos julgados na pré-seleção serão melodia e letra. A eliminatória está prevista para os dias 5 e 6 de outubro, com a apresentação de 12 músicas por noite, deixando a final do festival para o dia 10 de novembro, na Assembleia Paraense. 

"Canta Marabá" amplia a premiação

  A cidade de Marabá, que já participava ativamente do “Festival de Música Popular Paraense” com seleção regional, também inicia as inscrições para seu próprio festival hoje, com prazo para entrega do material até o dia 12 de setembro, de segunda a sexta-feira, de 10h às 16h, na sede da RBA TV local, situada na Rodovia Transamazônica, em Nova Marabá. Cada concorrente poderá inscrever até duas músicas.

“Eu acho que o evento em Marabá já era bom sendo só uma eliminatória e agora será melhor ainda com um festival próprio. Aquela região tem uma musicalidade própria, ali tem maranhense, mineiro, gente que reside e influencia essa parte do estado a ter uma musicalidade muito eclética”, elogia Marco Antônio.

O “I Canta Marabá Festival de Música Popular” está previsto para ocorrer no dia 20 de outubro, com resultado divulgado no Diário de Carajás no dia 18 de setembro e no hotsite do festival, acessado pelo Diário Online. Serão 12 músicas selecionadas diretamente através do material enviado. Em edições anteriores, o município trouxe para as rádios de todo o estado canções como “Iorubá”, um afro-jongo composto por Nágela de Melo e interpretada por Vânia Oliveira; e “O Poema e o Poeta”, de Clauber Martins e Lena Garcia. Uma prova de que se deve ficar de ouvidos atentos à produção daquele pedaço culturalmente tão rico do Pará.

PARTICIPE

VIII Festival de Música Popular Paraense. Inscrições: Até 20 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Onde: Nas lojas Classificados TEM!. Quanto: Gratuito. Acesse o regulamento

I Canta Marabá Festival de Música Popular. Inscrições: Até 12 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Onde: Na RBA TV Marabá (Rodovia Transamazônica, Km 4, s/n, Nova Marabá). Quanto: Gratuito. Acesse o regulamento.

Relembre a noite de eliminatórias do ano passado:

(Lais Azevedo/Diário do Pará)

Leia também:

Comentários