Tuédoidé? / Bizarro

COBRA GOLD

Cobras e escorpiões: veja as fotos do treinamento de fuzileiros americanos

Quinta-Feira, 14/02/2019, 16:30:07 - Atualizado em 14/02/2019, 16:32:30 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Cobras e escorpiões: veja as fotos do treinamento de fuzileiros americanos (Foto: REUTERS / SOE ZEYA TUN)
(Foto: REUTERS / SOE ZEYA TUN)

Um exercício militar feito na Ásia-Pacífico chama atenção do mundo todo por suas provas um tanto ‘exóticas’.

O treinamento, denominado de "Cobra Gold", ocorre anualmente na Tailândia e recebe principalmente fuzileiros navais norte-americanos e tailandeses, além de militares do Japão, Singapura, Indonésia, Malásia, China, Coreia do Sul e Índia.

Veja mais:

O objetivo é preparar os combatentes e aperfeiçoar a interação de tropas, navios e aviação em caso de desastres naturais, ou acidentes que os deixem em situação semelhante.

O Cobra Gold de 2019 foi realizado na quinta-feira (14) e, entre os treinamentos de sobrevivência mais insólitos, destacam-se os de beber sangue de cobra e comer escorpiões e minhocas.

Confira as imagens:

Militar tailandês maneja cobra durante as manobras multinacionais Cobra Gold na Tailândia

Fuzileiro naval norte-americano segura uma tarântula enorme no decorrer dos treinamentos de sobrevivência

Militar norte-americana come flor durante as manobras, em 14 de fevereiro de 2019

Fuzileiro naval dos EUA maneja cobras durante exercício militar

Norte-americano engole escorpião no decorrer de treinamentos de sobrevivência

Militar norte-americano com sangue no rosto depois das manobras multinacionais Cobra Gold na Tailândia

Tailandês mostra como lidar com cobra durante os treinamentos de sobrevivência, em 14 de fevereiro de 2019

Fuzileiro naval da Coreia do Sul extrai água da videira na Tailândia

Fuzileiro naval da Tailândia segura cobra durante as manobras Cobra Gold

Fuzileiros navais tailandeses e norte-americanos comem frutas nas manobras Cobra Gold na Tailândia

Militar come minhocas durante os treinamentos de sobrevivência, em 14 de fevereiro de 2019, na Tailândia

Fotos: REUTERS / SOE ZEYA TUN

(Com informações de Sputnik)





Comentários

Destaques no DOL