DOL QUER SABER

MAIS PERGUNTAS

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Você acha que palmada educa?

Sábado, 09/06/2018, 23:07:40 5 comentários Tamanho da fonte: A- A+

As imagens de uma mãe sendo repreendida por populares após aplicar algumas palmsdas em seu filho em público correram o Pará neste sábado (09) e dividiu opiniões. O caso aconteceu em frente a um supermercado na Augusto Montenegro, próximo do Entroncamento, bairro do Castanheira, em Belém.


O assunto é delicado e divide até mesmo especialistas. Alguns, como a terapeuta infantil brasileira Denise Gomes, chegam a defender que a nova geração de crianças está precisando de mais palmadas. 


E você leitor, costuma aplicar palmadas em seu filho? O método é ou não eficiente para a educação de uma criança? 

5 Comentários

  • 13559 - antonio - Quinta-Feira, 14/06/2018, 09:24:12

    nos vivemos na geração mimimi onde, tudo gera polemica, comentários que expressa opinião sobre certo assunto gera uma polemica enorme. o povo em geral não quer mais lé, estudar ou ter opinião própria, hoje as pessoas são iguais marionetes nas mãos da mídias das redes sociais,então ninguém hoje pode ter opinião própria. mais na minha opinião como diz o livro mais confiável que existe a bíblia, o filho deixado solto causará vergonha aos pais, ou seja vivemos no mundo perdido tudo isso por conta da desobediências as leis de Deus. hoje as leis infelizmente protege o que errado, a falta do que fazer e um dos motivos de mundo ta desse jeito, crianças sendo educado por novela que ensina que ele pode ser oque ele quiser como se ele fosse dono da sua vida esquece que tem pai,mãe e Deus que nos deu a vida. então na minha opinião a palmada da que disciplina não faz mal a ninguém.

  • 13558 - Sandro Monteiro - Quarta-Feira, 13/06/2018, 17:32:54

    Pode até não educar!!! Mas também não vai matar.

  • 13557 - francisco - Terça-Feira, 12/06/2018, 17:04:06

    o que educa é exemplo.não palmadas.

  • 13556 - getulio - Sábado, 09/06/2018, 21:50:38

    A tolice está ligada ao coração das crianças,*a
    Mas a vara da disciplina a afastará delas.b Provérbios 22:15
    Quem refreia a vara* odeia seu filho,a
    Mas aquele que o ama não deixa de discipliná-lo.*b
    Não deixe de disciplinar o menino.*a
    Se você bater nele com a vara, ele não morrerá.Provérbios 23:13

  • 13555 - getulio - Sábado, 09/06/2018, 21:46:26

    Alguns dizem que a autoridade dos pais começou a enfraquecer nos anos 60, quando especialistas incentivavam os pais a serem mais tolerantes com seus filhos. Eles diziam: ?Seja um amigo, não uma figura de autoridade.? ?Elogio é melhor que disciplina.? ?Fique atento não ao que seus filhos fazem de errado para corrigi-los, mas ao que eles fazem de bom.? Em vez de buscar um equilíbrio entre elogio e correção, especialistas davam a impressão de que corrigir os filhos machucaria suas frágeis emoções e faria com que ficassem ressentidos com os pais no futuro.

    Não demorou muito e especialistas começaram a fazer propaganda da importância da autoestima. Era como se, de repente, tivessem descoberto o segredo para a boa criação de filhos: fazer seus filhos se sentirem bem consigo mesmos. É claro que é importante ajudar os filhos a se sentirem confiantes. Mas o Movimento da Autoestima levou as coisas ao extremo. Especialistas diziam aos pais: ?Evitem usar palavras negativas como ?não? e ?errado?.? ?Sempre digam a seus filhos que eles são especiais e que vão conseguir ser o que quiserem.? Sentir-se bem parecia mais importante do que ser bom.

    Pais tratam o filho como rei
    O Movimento da Autoestima tem feito apenas com que os filhos se sintam cheios de direitos

    Atualmente, alguns afirmam que o Movimento da Autoestima tem feito apenas com que os filhos se sintam cheios de direitos, como se o mundo devesse algo a eles. Por isso, muitos jovens estão ?mal preparados para as críticas inevitáveis e os fracassos ocasionais que fazem parte da vida real?, diz o livro Geração Eu (em inglês). Um pai mencionado no livro resumiu o assunto desta forma: ?Não existe nenhum Movimento da Autoestima no mundo do trabalho. . . . Se você entregar um relatório malfeito no escritório, seu chefe não vai dizer: ?Ei, gostei da cor do papel que você escolheu.? Se prepararmos os jovens para a vida dessa forma, vamos prejudicá-los.?