DOL QUER SABER

MAIS PERGUNTAS

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Você concorda com a proibição de celular no trabalho?

Terça-Feira, 14/11/2017, 08:24:33 11 comentários Tamanho da fonte: A- A+

O projeto de lei nº 9066/2017 de autoria do deputado federal Heuler Cruvinel (PSD/GO) visa proibir celulares em ambiente de trabalho, bem como propor punições para o uso. Única exceção seria para funcionários que usam os aparelhos com propósitos específicos de trabalho.


"Na atual realidade a questão tempo e produção de excelência é o ponto alto nas relações profissionais do dia a dia, porém assistimos todos os dias a falta de atenção de funcionários em razão do uso privado do telefone celular", argumenta o deputado.


Ainda segundo o projeto, também são propostas certas punições para o empregado que não seguir a regra. Advertências, suspensões ou até mesmo demissão por justa causa são alguns exemplos do que pode ser infringido ao funcionário.


E você? O que acha? Opine!

11 Comentários

  • 13306 - francisco luciano dias - Quarta-Feira, 15/11/2017, 20:05:13

    eu concordo, os jovem estão muito ligado no zapp

  • 13305 - - Terça-Feira, 14/11/2017, 17:35:47

    Sr.biro-biro, essa visão equivocada a respeito das diaristas está longe de ser uma unanimidade, pois é uma ocupação digna e merece respeito. É um fato que há muita gente séria e trabalhadora exercendo essa função como único meio de sustento; Além disso, existem bons e maus profissionais em qualquer ocupação.

  • 13304 - Reinaldo Solaira - Terça-Feira, 14/11/2017, 17:13:45

    Não só durante o expediente do Trabalho com também durante as REFEIÇÔES do dia a dia de cada UM Junto aos seus FAMILIARES

  • 13303 - Clara - Terça-Feira, 14/11/2017, 10:34:56

    Bem eu sou contra a proibição , pois acho que os funcionários tem como se policiar quanto ao uso excessivo no local de trabalho e não deixar que isso venha a prejudica-lo. Eu por exemplo tenho filho pequeno que fica sobre cuidados de babá, e estou sempre entrando em contato para saber se ela deu a medicação no horário certo, se já deu as refeições dele etc.. Acho que vai da coinciencia de cada funcionário.

  • 13302 - E. R. SANTOS - Terça-Feira, 14/11/2017, 10:07:55

    Nada a ver fazer uma lei federal pra resolver situação interna de empresas públicas ou privadas em que a própria direção pode resolver internamente por normas ou regimentos próprios, criando mecanismos de cobrança e/ou punição do servidor.

  • 13301 - Vitor Silva - Terça-Feira, 14/11/2017, 09:44:17

    Um absurdo essa proposta desse deputadozinho ai, hj celular é essencial no dia a dia do ser humano, nós assistimos na tv todos os dias esses deputados na câmara em plena votação usando o celular. agora quer proibir, tantas coisas mais importante para resolver e agora vem com essa. Vão trabalhar em prol do povo Brasileiro que elegeu vocês isso sim.

  • 13300 - - Terça-Feira, 14/11/2017, 09:27:41

    Concordo em parte! O uso indiscriminado do celular caracteriza desídia no trabalho, mas se usado com prudência, não atrapalha. por exemplo, em casos de uma ligação imperiosa que necessita de comunicação imediata não acho que deva ser proibido. Agora, ficar pendurado no celular ou receber ligações de minuto em minuto para falar da novela de ontem a noite é o fim do emprego.

  • 13299 - Patrick - Terça-Feira, 14/11/2017, 09:01:38

    Tem tanta coisa para esses governantes fazerem e ficam se preocupando com coisas insignificantes.

  • 13298 - biro-biro - Terça-Feira, 14/11/2017, 08:56:48

    Creio que o celular é ferramenta de trabalho para algumas profissões, como médicos, advogados vendedores externos, corretores de imóveis etc, mas em outras profissões deveriam proibir sim, como no caso das diaristas, por exemplo que ao invés de fazer o serviço direito ficam no zap lendo aquele besteirol infinito ou mandando bom dia.....

  • 13297 - Sandro - Terça-Feira, 14/11/2017, 08:56:00

    As relações de trabalho não podem extrapolar o direito individual das pessoas, somos sabedores que o uso de dispositivos móveis individuais, podem se mal utilizados, provocar distrações de toda ordem, mas isso não justifica sua proibição ao extremo, isso seria um abuso igual ao do nosso "querido" governo municipal que queria proibir a criação de grupos de WhatsApp no PSM da 14. Cada empresa deve criar suas normas de conduta e procurar conscientizar seus colaboradores a cumpri-las, criar uma lei para isso é gastar nosso suado dinheiro para bancar ideias de deputados de 5ª categoria, temos necessidades mais urgentes do que essa, é mais um tipico caso de ideai burra que só nosso congresso pode criar. Nossa legislação que não é pequena, já deve ter algum dispositivo legal que atenda a essa burra necessidade de uma lei para coibir a desatenção no trabalho, e mecanismos já existentes como a advertência, suspensão e até demissão, são utilizados para chamar a atenção e até punir o empregado neste tipo de situação. O nobre e não tão eficiente deputado federal Heuler Cruvinel (PSD/GO) já deveria saber disso.

  • 13296 - kfbyte - Terça-Feira, 14/11/2017, 08:54:26

    Concordo, o uso é sempre abusivo e precisa de regras.