Notícias / zAppzApp

MARIA VICTÓRIA

Menina de 10 anos selecionada para o Ballet Bolshoi precisa de ajuda para viajar

Terça-Feira, 03/07/2018, 23:55:46 - Atualizado em 04/07/2018, 08:11:12 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Menina de 10 anos selecionada para o Ballet Bolshoi precisa de ajuda para viajar (Foto: Arquivo Pessoal)
Maria Victória foi uma das 14 selecionadas para disputar a seletiva nacional da Escola do Teatro Bolshoi em Santa Catarina (Foto: Arquivo Pessoal)

Após vencer uma seletiva estadual contra mais de 900 candidatos, a pequena Maria Victória está agora mais próxima de realizar o sonho de se tornar uma bailarina de sucesso. No entanto, a família está sem condições de pagar a viagem para a seleção nacional da Escola do Teatro Bolshoi nos dias 19, 20 e 21 de outubro, em Joinville, Santa Catarina.

(Foto: Arquivo Pessoal)

“Desde pequena ela sempre foi uma menina muito ativa, de conversar bastante e interagir com as pessoas. Quando ela tinha três anos, fomos orientados por uma médica a colocá-la no ballet, que é o que ela faz desde então”, contou por telefone Viviane do Rosário, mãe de Victória.

Victória tem paixão pela arte e é motivo de orgulho da família, dos amigos e até da professora da escola Núcleo de Dança Corpo de Baile, instituição localizada em Ananindeua.

“Tivemos problemas financeiros e várias vezes dissemos que não teria como manter as aulas. Foi depois de muita insistência da professora que ela conseguiu uma bolsa de estudos para a Victória, que agora é solista e se apresenta nos eventos da escola”, disse.

(Foto: Arquivo Pessoal)

BALLET BOLSHOI

No sul do país mora o sonho de Victória: a Escola do Teatro Bolshoi, em Santa Catarina. Decidida a entrar para esse lugar de renome, considerado um dos mais tradicionais grupos de dança clássica do planeta, ela aproveitou as duas aulas por semana para se dedicar aos treinos.

“Ela treinava também com uma amiguinha, durante três horas seguidas em outro dia”, complementa a mãe. O esforço foi recompensado após avançar a seleção estadual e ser uma das 14 classificadas para a etapa nacional.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Viviane estudou a possibilidade de fazer a viagem de ônibus, mas afirmou que seria extremamente cansativo para a Victória aguentar as etapas da seleção nacional, que serão realizadas durante três dias inteiros. “Eu tenho acompanhado os preços das passagens de avião e o mais barato chega aos dois mil. O ideal seria que fosse a professora da Victória e eu como responsável legal, mas sabemos que isso pode ficar inviável.”

(Foto: Divulgação)

CAMPANHA

Nas redes sociais, os pais e a professora iniciaram uma campanha para chamar a atenção de possíveis profissionais e admiradores da arte em prol de Victória, bem como de interessados em ajudar a bailarina a chegar no outro lado extremo do país.

“Eu consegui um dinheiro emprestado para pagar o hotel e garantir a estadia dela nos três dias, mas temos que chegar um dia antes e ir embora um dia depois. Vai ser cansativo, mas vai valer a pena”.

Quem tiver interesse em qualquer tipo de doação, pode entrar em contato com a família de Victória pelos telefones: (91) 99170-7114 (91) 98905-7699 (91) 98532-5515

(DOL)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL