Notícias / Tecnologia

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Elon Musk deixa 'mensagens secretas' no Tesla lançado ao espaço

Quinta-Feira, 08/02/2018, 08:00:02 - Atualizado em 08/02/2018, 08:00:02 Ver comentário(s) A- A+

Elon Musk deixa 'mensagens secretas' no Tesla lançado ao espaço (Foto: Painel do Tesla com a frase 'Don't Panic!'  (Foto: Reprodução/Twitter))
(Foto: Painel do Tesla com a frase 'Don't Panic!' (Foto: Reprodução/Twitter))
Painel do Tesla com a frase

Caso não colida com objetos espaciais ou enfrente algum outro imprevisto, é bem provável que o Tesla vermelho lançado pela SpaceX perambulará pelo Cosmo durante milhões (ou bilhões) de anos. Por isso, a empresa liderada pelo bilionário sul-africano Elon Musk deixou algumas surpresinhas terráqueas na eventualidade do automóvel ser localizado por algum tipo de vida inteligente. 

No painel do Tesla há a frase "Don't Panic!" (Não Entre em Pânico!, em português), uma referência ao livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, escrito pelo britânico Douglas Adams. De acordo com a obra literária, a frase estaria estampada na capa do guia que o alienígena Ford Prefect carrega durante seu passeio à Terra.

A brincadeira da equipe da SpaceX pôde ser conferida graças à transmissão ao vivo com as imagens do Tesla no espaço. Divulgado nas redes sociais, o vídeo conta com diversos ângulos onde é possível observar o automóvel percorrendo a órbita da Terra (que é redonda, caso alguns terraplanistas ainda fiquem em dúvida). 

Outra "mensagem secreta" deixada por Musk está em uma das placas de circuito do Tesla: "Feito na Terra por humanos", diz a inscrição. Divulgada na conta pessoal do sul-africano no Instagram, a mensagem foi aprovada pelos usuários da rede social. Mas também despertou certa dúvida — afinal, será que os eventuais alienígenas que encontrarem o carro saberão ler em inglês? 

Foto publicada por Musk (Foto: Reprodução/Instagram)

"Pilotado" por um manequim com trajes espaciais (que ganhou o apelido de Starman, em referência à canção de David Bowie), o Tesla demorará cerca de seis meses para alcançar as proximidades da órbita marciana. É provável, no entanto, que o automóvel siga caminhos perigosos: de acordo com a SpaceX, o último impulso dado foi maior do que o esperado, o que alteraria a trajetória e levaria o carro para uma região conhecida como Cinturão de Asteroides. Fica nossa torcida para que o Tesla encontre um melhor destino.

Terraplanistas dirão que é montagem (Foto: Reprodução/Twitter)

Curte o conteúdo da GALILEU? Tem mais de onde ele veio: baixe o app da Globo Mais para ver reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publicações da Editora Globo. Você também pode assinar a revista, por R$ 4,90 e baixar o app da GALILEU.

Fonte: Revista Galileu







Comentários