Notícias / Polícia

VIOLÊNCIA

Maníacos são presos por embebedar e estuprar duas adolescentes

Quinta-Feira, 20/12/2018, 12:19:21 - Atualizado em 20/12/2018, 15:31:34 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

 Maníacos são presos por embebedar e estuprar duas adolescentes (Foto: Lana Honorato)
(Foto: Lana Honorato)

Dois homens foram presos suspeitos por cometerem abuso sexual, em Manaus (AM). Um deles foi identificado como Ezaquias Rodrigues dos Santos, 36 anos, e o industriário, de 30 anos. A dupla foi presa na manhã de terça-feira (18), por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), durante uma ação policial coordenada pela delegada Joyce Coelho. Eles foram presos em suas residências.

Leia mais: 

Os dois foram apresentados em uma coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (19), no prédio da Depca. As prisões aconteceram em cumprimento a mandados de prisão temporária por estupro de vulnerável.

Uma das adolescentes é cunhada do industriário.  "Em depoimento, a vítima relatou que o cunhado a convidou para um passeio em família e pediu para que ela chamasse uma amiga. Ela então acreditou, por ele ser marido da irmã dela. Ao entrarem no carro se depararam somente com o industriário e Ezequias. Então eles travaram as portas do veículo, obrigaram as meninas a consumirem bebidas alcoólicas e, em seguida, de forma forçada, as levaram para um motel na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital, onde consumaram os estupros", explicou a delegada.

De acordo com a polícia civil o crime ocorreu no dia 8 de novembro deste ano, mas os agentes da especializada só souberam do ocorrido após as duas adolescentes terem feito o Boletim de Ocorrência (BO) no dia 30 de novembro.

Ezequiel e o industriário foram indiciados por estupro de vulnerável, cárcere privado e também pelo Artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), por fornecer bebida alcoólica para crianças ou adolescentes. Após os procedimentos na Depca, eles serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irão ficar à disposição da Justiça.

(Com informações do Portal CM7)





Comentários

Destaques no DOL