Notícias / Polícia

FACÇÕES CRIMINOSAS

Vídeo de adolescentes punidos por 'tribunal de crime' de Mosqueiro choca paraenses

Terça-Feira, 27/11/2018, 20:52:20 - Atualizado em 27/11/2018, 21:27:12 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Vídeo de adolescentes punidos por 'tribunal de crime' de Mosqueiro choca paraenses (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A cena é aterrorizante. Dois adolescentes em uma região de mata sendo brutalmente espancados, até ficarem inconscientes. O vídeo, que tem circulado esta terça-feira (27) principalmente no Whatsapp, é mais uma demonstração das atividades de um suposto "tribunal do crime" em Mosqueiro.

Sentados com as mãos amarradas, os jovens, que dizem morar no Marahu, são obrigados pelos criminosos da facção a falar os motivos pelos quais estariam sendo punidos: uma tentativa de assalto a uma van de transporte alternativo.

“Desculpa aí meus irmãos. A parada que aconteceu é que a gente ia pegar uma casa aí, e aí outros irmãos decidiram pegar uma van, mas isso não vai acontecer mais não”, diz um dos adolescentes, acusado de ter participado da tentativa de assalto a uma van no final da tarde de ontem, dentro da localidade.

Após a fala, um dos criminosos manda o jovem pedir desculpas ao dono da van. “Desculpa aí pro cara da van, foi sem querer isso daí, não vai acontecer mais, eu peço uma chance”, diz um dos jovens. Em seguida os dois são agredidos severamente com paus e pedaços de ferro por mais de um minuto.

PM Confirma Tentativa de Assalto

Tão logo a gravação viralizou a Polícia Militar se manifestou sobre o caso. O Comando do 25º Batalhão, responsável pelo policiamento no distrito, confirmou que no final da tarde de segunda-feira (26) houve uma tentativa de assalto exatamente na localidade citada no vídeo.

Segundo o capitão da área, pelo menos dois criminosos tentaram assaltar uma van de transporte alternativo na estrada de acesso ao Maraú. O motorista do veículo decidiu não parar para os assaltantes, que revidaram atirando no carro. Ninguém ficou ferido e houve apenas danos materiais.

No entanto, mesmo que os jovens tenham confessado o crime no vídeo, ainda não há qualquer tipo de confirmação oficial sobre se eles seriam ou não os autores do assalto. Até a noite desta terça-feira nenhum familiar dos adolescentes espancados procurou as autoridades e somente uma investigação da Polícia Civil poderá concluir o envolvimento e a veracidade do vídeo.

Prática do “Tribunal do Crime” se Alastra por todo o País

A falta de políticas públicas além do simples policiamento ostensivo criou no Brasil terreno fértil para o controle cada vez maior das facções criminosas, que estão conseguindo impor um código de leis e moral principalmente nas periferias de todo o país. As atuações deste tipo de "tribunal" são habitualmente gravadas e compartilhadas nas redes sociais por membros da própria organização criminosa.

Boa parte das periferias de Belém e de suas regiões metropolitanas já estão sendo controladas por esses tipos de códigos. A principal destas "leis" é a proibição de roubos dentro das localidades dominadas pelas facções. A pena é severa: a própria vida, ou, “com sorte”, um espancamento brutal. 

A Polícia Civil está fazendo investigações sobre os casos.

(DOL)





Comentários

Destaques no DOL