Notícias / Polícia

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Após "fora", homem atira em duas mulheres

Domingo, 10/09/2017, 11:44:33 - Atualizado em 10/09/2017, 11:44:33 Ver comentário(s) A- A+

Após
(Foto: DOL)

“Fora” é uma expressão usada quando um homem ou uma mulher recebe um não, após tentar algum tipo de relacionamento com alguém. Isso teria provocado uma dupla tentativa de homicídio praticada por um homem contra duas jovens, na cidade de Castanhal, região do nordeste paraense. Aconteceu no início da madrugada de sexta-feira (08), poucos minutos depois de meia-noite.

As vítimas, identificadas como Elaine Cristina da Cruz Barbosa, 24, e Jéssica Nayara Silva Costa, 26 anos, moradoras dos bairros Jaderlandia e Salgadinho, respectivamente, disseram que estavam em frente a uma casa de shows, localizada no bairro Ianetama, quando foram abordadas por um homem em uma motocicleta. 

Ainda de acordo com as jovens, que também estavam de moto, o desconhecido ofereceu uma carona a elas, que negaram dizendo que não eram “garotas de programa” e que não iam aceitar nada de um estranho. Após a resposta, Elaine Cristina e Jéssica Nayara seguiram em direção ao bairro do Milagre, pela rodovia BR-316.

Policiais civis irão apurar versão das vítimas. Elas foram socorridas

Já às proximidades de um posto de combustíveis, quase em frente ao Tiro de Guerra do Exército Brasileiro, elas foram abordadas pelo mesmo motociclista que efetuou vários disparos de arma de fogo, atingindo as duas jovens nas regiões do quadril e tornozelos. Em seguida, em alta velocidade, o atirador fugiu do local numa motocicleta de cor vermelha. 

As características do atirador e de seu veículo já foram repassadas para policiais civis e militares. Feridas e sangrando bastante, Elaine e Jéssica foram socorridas por uma equipe do Corpo de Bombeiros e transportadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas de Castanhal.Elas ficaram de ser transferidas para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. A versão das vítimas ainda vai ser apurada pela Polícia Civil, que abrirá um inquérito para investigar a dupla tentativa de homicídio, inicialmente por motivo fútil.

(Tiago Silva/Diário do Pará)





Comentários