Notícias / Polícia

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Deflagradas operações para cumprir mandados judiciais e prevenir crimes

Quinta-Feira, 24/08/2017, 16:53:51 - Atualizado em 24/08/2017, 16:56:26 Ver comentário(s) A- A+

Deflagradas operações para cumprir mandados judiciais e prevenir crimes (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Policiais fazem trabalho preventivo na Feira Agropecuária do município (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

As Polícias Civil e Militar realizaram duas operações policiais integradas para cumprir mandados judiciais referentes a um homicídio e para prevenção de crimes durante uma Feira de Exposição Agropecuária, em Rurópolis, sudoeste do Pará. Os trabalhos foram inicados na última segunda-feira (21).

Segundo a Polícia Civil, no caso do homicídio, os policiais deflagraram a operação, no dia 21, para cumprir mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão domiciliar, nas comunidades de Divinópolis e Água Azul.

Denominada de "Chão de Giz", a ação policial resultou na prisão de Valmir Rogério de Lima, acusado de envolvimento no assassinato do professor Edivan Fernandes de Oliveira, morto com disparo de arma de fogo à altura do rosto, e em seguida degolado.

O crime foi registrado em 19 de maio deste ano, à altura do quilômetro 85, da rodovia BR 230. Após meses de investigação, a equipe da Unidade Integrada de Rurópolis obteve três mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária contra o suspeito.

As ordens judiciais foram decretadas pelo juiz da Comarca do município. Titular da Polícia Civil em Rurópolis, o delegado Ariosnaldo Vital Filho explica que, além de cumprir a prisão temporária de Valmir, os policiais realizaram buscas em três residências, visando localizar objetos que podem estar relacionados ao crime.

Uma delas é a casa do suspeito e as outras duas de dois irmãos dele. Em um dos locais, os policiais apreenderam uma espingarda de calibre 32, com cartuchos deflagrados, além de frascos de chumbo.

Havia ainda cartuchos deflagrados de espingarda em uma bolsa na casa de Valmir. O preso negou a autoria do crime. As investigações apontaram que o crime pode estar ligado a questões passionais.

Na casa, policial encontrou arma entre colchões (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

PREVENÇÃO DE CRIMES

Os policiais civis e militares realizaram diversas operações durante a 13ª Exporurópolis, a Feira de Exposição Agropecuária, realizada entre os dias 16 e 20 deste mês, em Rurópolis. A ação policial integrada contou com trabalhos preventivos para guarnecer a segurança do evento que reuniu mais de 3 mil pessoas.

Foram realizadas abordagens em veículos e pessoas, além de vistorias em estabelecimentos comerciais, como bares e restaurantes. O trabalho contou com policiais civis e militares de Rurópolis, com apoio do Conselho Tutelar da cidade. Durante a ação, a equipe policial retirou das ruas crianças e adolescentes que estavam em situação de risco.

Segundo o delegado Ariosnaldo Vital Filho, foi desenvolvido também um trabalho de conscientização quanto ao consumo excessivo de bebida alcoólica e quanto à venda proibida de bebidas para adolescentes para evitar acidentes na estrada.

A operação contou ainda com participação dos investigadores Marcos Aldrim e Antônio Lira e do major Marcio Abud, da PM local.

"A atuação policial atingiu seu objetivo, haja vista, no dia seguinte ao evento, não terem sido registradas ocorrências envolvendo crimes graves na região", informou o militar.

(Com informações da Polícia Civil)





Comentários