Notícias / Polícia

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Em Ananindeua, a matança é sem limites

Sexta-Feira, 16/12/2016, 12:25:23 - Atualizado em 16/12/2016, 12:25:23 Ver comentário(s) A- A+

Em Ananindeua, a matança é sem limites (Foto: RBATV)
O início da manhã de ontem trouxe mais dois assassinatos para a polícia investigar (Foto: RBATV)

Dois crimes cometidos por armas de fogo e com características de execução foram registrados no início da manhã de ontem (15), no município de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, em situações distintas. Por volta das 6h, Paulo Deivid Monteiro Munier, de 27 anos, foi alvejado com três tiros pelas costas no bairro do Icuí-Guajará, enquanto que o corpo de Denilson Feio Costa, de 19 anos, foi encontrado no bairro de Águas Brancas, pelo próprio pai, em uma área de mata de difícil acesso e debaixo de muita chuva. O jovem estava desaparecido desde a noite da última quarta-feira (14).

De acordo com o delegado da Divisão de Homicídio (DH), Eduardo Rollo, o pai de Denilson saiu para trabalhar e, ao chegar à noite em casa, percebeu que o filho não estava, o que não despertou qualquer estranheza, por um momento. Mas, ao amanhecer, percebendo o sumiço do jovem, decidiu ir procurá-lo, mesmo debaixo de chuva permanente que caía na Região Metropolitana. Para a tristeza do pai, veio a dor de encontrar Denilson morto em situação degradante. “O pai foi procurar e encontrou as roupas da vítima. Continuou a busca e, cerca de 30 metros dali, encontrou o corpo do filho, que estava despido”, falou Rollo. 

O corpo estava em uma área de difícil acesso, na invasão Jardim das Oliveiras, também conhecida como “Iraque”, no bairro de Águas Brancas. Seis lesões provocadas por arma de fogo foram contabilizadas na vítima. Para a polícia, a motivação ainda é desconhecida e poucas informações foram colhidas no local, já que a “lei do silêncio” tomou conta. No entanto, informaram apenas que tiros foram ouvidos por volta das 20h do dia anterior. 

Poucas horas antes, Paulo Munier foi executado pelas costas com três tiros. De acordo com informações levantadas no local pela Polícia Civil da DH, o homem andava pelo Conjunto Cristo Redendor, na companhia de outro indivíduo, quando foram abordados a tiros por um homem em uma motocicleta. Somente Paulo foi alvejado e pelas costas, sendo acertado por um na nuca e dois nas costas. A identidade da companhia da vítima era desconhecida pelos populares. As investigações iniciais apontam que é possível que Paulo estivesse assaltando na região e teria sido assassinado por uma de suas vítimas.

(Emily Beckman/Diário do Pará)

Leia também:

Comentários