Notícias / Polícia

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Gaeco cumpre operação sigilosa em Cametá

Quinta-Feira, 01/12/2016, 10:41:01 - Atualizado em 01/12/2016, 18:23:38 Ver comentário(s) A- A+

Gaeco cumpre operação sigilosa em Cametá (Foto: via Whatsapp)
(Foto: via Whatsapp)

Na manhã desta quinta-feira (1º), no município de Cametá, no nordeste paraense, agentes do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Pará (MPE-PA) realizaram uma operação de caráter sigilosa.

Em 2014, o Gaeco também realizou uma operação no município, porém não houve prisões, somente a busca e apreensão de documentos que estariam sendo usados em processos licitatórios fraudulentos.

Além disso, ao contrário das postagens compartilhadas nesta quinta-feira nas redes sociais, não há nenhuma confirmação de que a operação tinha como alvo o candidato ao cargo de vice-prefeito de Cametá nas eleições municipais de 2016, José Barra Dias Junior, mais conhecido como "Zelão", e o atual secretário de Finanças do município, Moisés Afonso Wanzeler.

Em notificação extrajudicial enviada ao DOL, o secretário Moisés comunicou que sua residência "não foi objeto de diligência da Gaeco" e que "não existe qualquer registro de processo criminal, investigação ou inquérito policial" sendo conduzido contra sua pessoa.

Apesar do caráter sigiloso, o DOL encaminhou solicitação de nota ao MPE-PA para maiores esclarecimentos sobre o caso, entretanto, de acordo com a instituição, a Promotoria de Justiça de Cametá confirmou que "houve uma operação, sim, em algumas casas da região, mas que eles não sabem a informação de quais casas, pois foi uma operação sigilosa."

(DOL)

Leia também:

Comentários