Notícias / Polícia

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Detenta que fez festa na cadeia é assassinada

Segunda-Feira, 26/09/2016, 10:47:57 - Atualizado em 26/09/2016, 11:05:11 Ver comentário(s) A- A+

Detenta que fez festa na cadeia é assassinada (Foto: Reprodução)
Dentre as vítimas está Silvia Costa, que em janeiro desse ano fez um vídeo em uma festa dentro de um presídio feminino na Grande Belém. (Foto: Reprodução)

Entre os primeiros instantes da sexta-feira (23) até as primeiras horas de domingo (25), 3 pessoas foram mortas a tiros, no município de Igarapé-Açu, nordeste do estado do Pará. A primeira vítima foi Silvia Cristina da Costa, de 33 anos. Ela levou vários tiros, dados por desconhecidos, e morreu logo após dar entrada no Hospital Municipal de Igarapé-Açu. O relógio marcava 19h30, na sexta (23) quando uma dupla passou em uma motocicleta de cor preta e efetuou vários tiros contra um grupo de pessoas, que estava na Avenida Barão do Rio Branco, área do bairro Samaumeira. Ao todo, 4 pessoas foram baleadas. Silvia foi atingida nas costas, Paula Samara dos Santos, 22, nas nádegas, e 2 adolescentes também nas costas. Os atiradores usavam capacetes e, por esse motivo, conseguiram fugir do local sem ser identificados.

Os feridos foram socorridos e levados para o Hospital Municipal de Igarapé-Açu, onde apenas Silvia Cristina da Costa morreu. O corpo dela foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Castanhal. Os 3 sobreviventes foram transferidos para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) de Ananindeua. O estado de saúde deles era considerado delicado, até o fechamento dessa edição. Ficaram de passar por cirurgia, para a retirada das balas.

Com as colegas de cela fazendo uma festa no Centro de Recuperação Feminino, em 14 de janeiro. (Foto: reprodução)

Silvia Cristina da Costa já havia sido presa por tráfico de drogas. Inclusive, em janeiro desse ano, quando estava custodiada no Centro de Recuperação Feminino (CRF) de Ananindeua, na região metropolitana de Belém, Silvia gravou um vídeo dançando funk com outras 5 detentas, dentro de uma das celas do CRF. A matéria da festa regada a muita bebida alcoólica e cigarros foi capa do DIÁRIO, na edição do dia 14 de janeiro deste ano.

A morte de Silvia Cristina da Costa pode estar relacionada ao tráfico de entorpecentes, acredita o delegado Marcos Augusto Ferreira da Cruz, titular da Delegacia de Polícia Civil de Igarapé-Açu. Um inquérito policial já foi instaurado, para que o caso seja investigado.

Silvia foi morta com um tiro nas costas, em Igarapé-Açu, nordeste paraense. (Foto: divulgação)


MAIS DOIS ASSASSINATOS

Também no município de Igarapé-Açu, no final da tarde de sábado (24), foi encontrado o corpo de Antônio Bruno Ribeiro da Costa, de 30 anos. Antônio foi morto a tiros e depois teve seu corpo jogado em uma área de matagal, situado no bairro Bom Jesus. O crime teria sido praticado por 2 desconhecidos, que estariam em uma motocicleta, segundo testemunhas. Ainda não há pistas dos criminosos.

Outro homicídio em Igarapé-Açu aconteceu na madrugada de ontem, por volta das 3h30. A vítima foi um adolescente de 17 anos, que, segundo testemunhas, participava de uma festa de aniversário. Na saída da festa foi surpreendido e morto a tiros efetuados por 3 desconhecidos, que estavam em uma motocicleta modelo broz de cor preta. O jovem foi executado bem próximo à sua residência, situada na rua João Pessoa, no bairro do Ramal.

(Tiago Silva/Diário do Pará)

Leia também:

Comentários