Entretenimento / Fama

RELATOS DE AGRESSÕES

Mulher diz que suspeito de matar ator de Chiquititas era violento com a família

Segunda-Feira, 10/06/2019, 19:20:50 - Atualizado em 10/06/2019, 19:20:50 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Mulher diz que suspeito de matar ator de Chiquititas era violento com a família (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O comerciante acusado de matar o ator Rafael Henrique Miguel, 22 anos, e os pais do jovem, domingo (9), no bairro Pedreira (zona sul da capital paulista), é acusado pela própria mulher, de 39 anos, de ser violento com toda a família. A informação foi confirmada por um policial, que não quis se identificar, que acompanhou o depoimento dela, na tarde desta segunda-feira (10) no 98º DP (Jardim Miriam).

A mulher chegou à delegacia por volta das 14h e permaneceu no local até 18h10. Ela não quis falar com a reportagem.

Ainda segundo o policial, a mulher afirmou que Paulo Cupertino Matias, 48, a agredia constantemente, além da filha, Isabela Tibcherani (namorada do ator assassinado), 18, e o irmão da jovem, de 13 anos.

A reportagem apurou que o comerciante conta com nove passagens criminais, entre roubos, associação criminosa e furtos.

A mulher do comerciante ainda afirmou no depoimento, segundo relatos, que ele tinha um ciúme doentio pela filha, a ponto de a impedir de sair de casa. O acusado não havia sido encontrado pela polícia até a publicação desta reportagem.

Além disso, foi apurado que o comerciante tem uma pistola calibre 380, com registro de colecionador. Ela pode ter sido a arma usada para matar Rafael, e seus pais, Miriam Selma Miguel, 50, e João Alcisio Miguel, 52.

Após o triplo assassinato, Matias teria fugido em um Volkswagen UP, vermelho. A polícia constatou que a placa do veículo pertence a uma pessoa sem relação com o atirador. É investigado se o carro usado pelo acusado seria um dublê.

Rafael Miguel ficou famoso em um comercial, quando pedia para a mãe comprar brócolis no supermercado. Ele ainda viveu o personagem Paçoca em "Chiquititas", do SBT, além de ter trabalhado nas novelas "Pé na Jaca" e "Cama de Gato", da Globo.

(Folhapress)





Comentários

Destaques no DOL