Notícias / Pará

CASO JOÃO DE DEUS

Réu é absolvido por morte de filho do dono do Grupo Líder, mas continuará preso

Sexta-Feira, 26/04/2019, 13:48:49 - Atualizado em 26/04/2019, 15:22:25 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Réu é absolvido por morte de filho do dono do Grupo Líder, mas continuará preso (Foto: Reprodução)
O réu foi condenado a 15 anos pelo crime de tráfico de drogas e deverá cumprir a pena em regime inicial fechado. (Foto: Reprodução)

Após dois dias de julgamento, Jefferson Michel Miranda Sampaio, de 31 anos, foi inocentado da acusação de homicídio qualificado. Os jurados, por maioria dos votos, acolheram a tese da defesa do acusado e decidiram inocentá-lo. Porém, Jefferson foi condenado em relação ao crime de tráfico de drogas.  

Jefferson Sampaio foi acusado de envenenar João de Deus Pinto Rodrigues, de 27 anos, filho de João Rodrigues, um dos proprietários do Grupo Líder. O caso aconteceu em 27 de fevereiro de 2015 quando o filho do empresário morreu após ingerir uma dose letal de "gota". Ele morreu de overdose dentro da boate Element, em Belém.

Leia mais:

O réu foi condenado a 15 anos pelo crime de tráfico de drogas e deverá cumprir a pena em regime inicial fechado, mantendo a prisão do condenado que já se encontrava detido, respondendo ao processo. Além disso, Jefferson deverá pagar o valor referente a 1.500 dias de multa.

(DOL)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL