Notícias / Brasil

ASSUSTADOR

Massacre em escola é comemorado na internet: 'grandes herois'

Quinta-Feira, 14/03/2019, 09:17:55 - Atualizado em 14/03/2019, 10:41:48 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Os atiradores que invadiram e mataram oito pessoas, sendo cinco alunos, duas funcionárias e o tio de um dos envolvidos, na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, São Paulo, chegaram a ser classificados como “grandes heróis” pelos internautas.

Nas redes sociais, enaltecem o massacre e a coragem dos atiradores. Alguns, inclusive, afirmam que fariam o mesmo “se tivesse uma arma e uns explosivos”. Veja:

ATIRADORES

Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, é o primeiro que aparece nas imagens, entrando na escola. Assim que chega ao local, ele tira uma arma e começa a atirar contra um grupo de pessoas que está logo na entrada da escola. Em seguida, ele pega um machado e desfere diversos golpes contra as vítimas, que aparentemente já estão mortas no chão.

Segundos depois, um segundo assassino, Luiz Henrique de Castro, 25, entra e ataca as pessoas que estão no chão. Logo em seguida, diversos estudantes aparecem correndo pelo local, tentando fugir dos assassinos. Luiz usa um machado para dar golpes nas vítimas. 

De acordo com a investigação da polícia, Guilherme, teria matado Luiz Henrique e, logo em seguida, teria se suicidado. 

Ainda segundo as investigações, os dois teriam um pacto de que realizariam o massacre e se matariam depois. Os dois eram ex-alunos da Escola Estadual Raul Brasil.

(DOL)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL