Notícias / Mundo

FATALIDADE

Estudante morre após comer macarrão estragado

Quinta-Feira, 31/01/2019, 13:32:51 - Atualizado em 31/01/2019, 15:56:03 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Estudante morre após comer macarrão estragado (Foto: Reprodução)
A vítima foi encontrada morta algumas horas após consumir o alimento estragado. (Foto: Reprodução)

Tem a mania de comer alimentos preparados em dias anteriores ao consumo? Então é melhor ficar atento., pois esse tipo de ação pode ter consequências irreversíveis. Foi o caso de um jovem de 20 anos, ainda não foi identificado, que acabou morrendo após consumir um espaguete preparado cinco dias antes do consumo. O caso foi registrado na Bélgica. 

Essa não foi a primeira vez que o rapaz comeu um alimento cozido dias antes. Ele costumava preparar suas refeições da semana aos domingos e armazenava em potes de plástico e os aquecia para o consumo. 

O caso foi estudado e publicado no Journal of Clinical Microbiology, que concluiu que o jovem cozinhou e deixou o alimento fora da geladeira por cinco dias. Após o consumo do alimento, o rapaz tirou um tempo para praticar esportes e, durante um momento, sentiu fortes dores abdominais, dores de cabeça e náuseas. Assim que chegou em casa, apresentou diarreia e vômito, porém, não procurou atendimento médico. O rapaz apenas bebeu água e ficou em repouso. 

Um dia após o ocorrido, os pais do estudante estranharam a falta dele na faculdade. Quando foram buscá-lo em casa, o mesmo já estava morto. 

Segundo o exame do corpo, a morte do jovem teria ocorrido às 4h da manhã, cerca de 10 horas depois de comer o alimento. A autópsia apontou que a causa da morte foi necrose hepática, o que mostra que o fígado do rapaz teria parado de funcionar. Já as amostras fecais apontaram a presença de Bacillus cereus, bactéria responsável pela "síndrome do arroz frito", que se refere a um evenenamento alimentar comumente ocasionado quando o arroz é deixado em temperatura ambiente por longos períodos. 

A análise realizada no macarrão e no molho mostrou que o alimento tinha quantidades significativas de Bacillus cereus, confirmando a causa da morte. 

(Com informações do Notícias ao Minuto)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL