Notícias / Pará

PROTESTO

Motoristas de aplicativos se manifestam após protestos de taxistas em Belém

Sexta-Feira, 25/01/2019, 15:40:40 - Atualizado em 25/01/2019, 16:30:23 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Motoristas de aplicativos se manifestam após protestos de taxistas em Belém (Foto: Divulgação/99)
(Foto: Divulgação/99)

Após o protesto dos taxistas na última quarta-feira (23), que interditou várias vias em Belém, a Associação de Motoristas por Aplicativos do Pará (AMAP), se manifestou, nesta sexta-feira (25), e afirmou que as manifestações da categoria não procedem com a realidade declarada por eles. 

A nota afirma que os motoristas de Aplicativos buscam apenas a oportunidade de desenvolver suas atividades dentro da lei e que os números mencionados de que os motoristas por aplicativo seriam em torno de 15 mil em Belém não procede. “Não existe ainda dados oficiais e que confirmem isso, até porque os motoristas de aplicativo operam em toda a região metropolitana, de Belém à Castanhal, e onde um motorista chega a dirigir por duas ou três plataformas de serviço”.

A nota afirma que “o que temos é um inchaço do número de taxistas, que de acordo com o Sindicato de Taxistas de Belém, a capital possui cerca de cinco mil profissionais, porém a Lei Municipal nº 8537 de 22 de junho de 2006, que estabelece normas para a execução de serviços de transporte individual de passageiros em veículos de aluguel a taxímetro, em seu Art. 5º parágrafo 6º, diz que será utilizado como padrão para delimitação da frota de acordo com a medida internacional a qual estabelece 500 mil habitantes para cada veículo. Segundo informações do IBGE, a população estimada na capital em 2018 é de 1.485.732 habitantes, obedecendo este critério o ideal seria pouco mais de 2970 táxis em Belém”.

Outro ponto que a Associação discute na regulamentação é a segurança do motoristas. “Protocolamos em dezembro do ano passado ofício solicitando alterações no decreto com objetivo a inserir dispositivos que garantam maior segurança, pois, a violência e a insegurança tem atingido muitos motoristas devido a facilidade de acesso dos usuários ao sistema, temos um colega mortos recentemente e todos os dias temos casos de assalto”, finaliza.

(DOL com informações da assessoria) 





Comentários

Destaques no DOL