Notícias / Pará

CONHEÇA AS TÉCNICAS

Bastante procurado em Belém, bronzeamento masculino é uma questão de autoestima

Quarta-Feira, 09/01/2019, 11:59:41 - Atualizado em 09/01/2019, 12:33:06 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

As paraenses são sempre muito adeptas ao bronzeamento. Mesmo com a ausência de sol e dias mais nublados como esta época do ano, a intensão sempre é manter a marquinha do bronze. Com isso as casas especializadas em bronzeamento natural estão sempre lotadas com opção do bronze instantâneo, que não precisa nem da presença do astro.

Depois de explodir no Rio de Janeiro, com técnicas goianas, a moda chegou a Belém. A novidade do momento é o bronze com fita em homens.

A notícia ganhou essa semana as páginas dos sites nacionais. Porém, o que não se sabe é que por aqui, os homens já desejavam o bronze de fita. “Muitos homens procuram e eu até faço, mas com ressalvas. Como o meu foco são as mulheres, algumas se sentem desconfortáveis em dividir o espaço com homens. Essa técnica de bronze é algo bem íntimo”, contou Géssica Meireles, dona de um espaço de bronzemento em Belém.

“Eu recebo bastante mensagens de homens perguntando sobre o bronze. Eles preferem fazer de sunga mais do que de fita. A maioria dos homens que procuram são homossexuais”, explicou a empresária sobre o perfil do público.

O digital influencer Forlan Reis é adapto do bronzeamento natural. (Foto: Arquivo Pessoal)

Mesmo com a pele branca Diego Sanches, não dispensa a marquinha. (Foto: Arquivo Pessoal)

Em Belém não existe nada específico para esse público, mas é possível juntar um grupo de homens e fechar uma manhã no espaço. “Em Fortaleza já tem lugar feito para esse público”, contou.

Diego Sanches é a favor da marquinha masculina, sim! “Eu gosto muito de manter minha pele bronzeada. Inclusive, tenho até que voltar a fazer mais uma sessão. Acho super importante ter locais para esse tipo de público. Atualmente, os homens estão se cuidando cada vez mais. Ativar a melanina é incrível, independente do sexo”, disse.

Para ele, a procura por locais assim que atendam homens, cresce cada dia mais. “Infelizmente ainda não é tão divulgado o bronzeamento masculino tanto quanto o feminino”, analisa.

Já para o digital influencer, Forlan Reis, ter o corpo bronzeado quebra paradigmas: “Eu amo o tratamento que recebo quando vou me bronzear. Sempre tive muito medo e um certo preconceito, porque onde eu faço a questão é muito maior que a marquinha, é uma limpeza de pele profunda. A pele fica babado”

Forlan acredita que a marquinha dá muita autoestima. “Me passa segurança sabe, respeito. A questão é que eu posso fazer o que eu quiser sabe. A questão é muito maior que a marquinha. Eu adoro ficar com a marca, mesmo eu não seja para ficar mostrando. É algo muito mais interno”, acrescentou.

TÉCNICAS

Géssica possui um espaço que faz bronzeamentos natural, instantâneo e mágico. O primeiro é realizado com o sol, o segundo e o terceiro são a vapor, a diferença entre eles é que um foca só na marquinha e o outro no corpo todo.

A empresária ainda contou que o número de pessoas procurando o bronzeamento aumenta por temporada. “Em julho, feriados e final de ano a demanda é bem grande. Atendo pela só pela manhã. São cerca de 26 clientes por dia”, finalizou.

A novidade para este ano é o flash bronze que une bronze natural e a vapor. Como o período em Belém é de chuva, a técnica é a mais apropriada para o momento, já que uma única sessão deixa a pele dourada e com uma marca invejável. “Primeiro o bronze é feito naturalmente, depois vem o intensificador a vapor “, explicou Géssica.

Os bronzeamentos variam de R$ 50 a R$ 120.

Bronze mágico antes do vapor. (Foto: Arquivo Pessoal)

Bronze mágico finalizado com o intensificador. (Foto: Arquivo Pessoal)

(DOL)





Comentários

Destaques no DOL