Notícias / Polícia

EXECUÇÃO

Acusado de matar pedreiro em Inhangapi confessa crime

Quarta-Feira, 09/01/2019, 08:12:06 - Atualizado em 09/01/2019, 08:15:24 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Acusado de matar pedreiro em Inhangapi confessa crime (Foto: Reprodução/PCPA)
Arma usada pelo acusado foi encontrada em Marituba (Foto: Reprodução/PCPA)

O pedreiro José Antônio Batista de Oliveira, de 33 anos, que, no dia 1 desse mês matou a tiros o também pedreiro Anderson Silva dos Santos, de 29 anos, confessou o crime e resolveu se entregar. O caso aconteceu na comunidade do Itaboca, zona rural do município de Inhangapi, nordeste paraense.

Houve uma discussão calorosa entre vítima e acusado que terminou em morte. O assassino fugiu do local e estava sendo procurado pela polícia. José Antônio havia sido identificado por diversas testemunhas como sendo o autor dos disparos que ceifaram a vida de Anderson Silva.

Após a comunicação da morte, policiais civis começaram a investigar o caso e descobriram que a arma utilizada pelo acusado seria uma pistola calibre 765. Um dia após o crime, a arma de fogo foi localizada em Marituba, região metropolitana de Belém. 

Percebendo que o cerco policial estava fechado, José Antônio Batista de Oliveira achou por bem negociar sua apresentação na Delegacia de Polícia Civil de Inhangapi. 

“Ele (homicida) estava com medo de ser agredido por amigos e familiares da vítima, então ele nos pediu que sua integridade física fosse preservada e assim fizemos”, disse o investigador Miguel das Neves, chefe de operações da Delegacia de Inhangapi.

As negociações foram feitas com o chefe de operações Miguel das Neves e a escrivã Tatiane, sob a coordenação dos delegados Temmer Khayat e Marcos Cruz. Ontem, por volta do meio-dia, José Antônio pediu aos policiais civis que fossem buscá-lo em sua residência. 

Já na Delegacia de Inhangapi, José Antônio Batista de Oliveira foi autuado pelo crime de homicídio. “É mais um crime solucionado pela Polícia Civil de Inhangapi”, finalizou o investigador Miguel das Neves.

(Thiago Silva/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL