Notícias / Pará

É CARNAVAL!

Folia em Belém vai do axé ao funk, sem esquecer do eletrônico e do 'sagrado'

Terça-Feira, 08/01/2019, 11:22:10 - Atualizado em 08/01/2019, 11:37:07 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Folia em Belém vai do axé ao funk, sem esquecer do eletrônico e do 'sagrado' (Foto: )

O carnaval no Brasil é conhecido pela folia em Salvador, Recife, Rio de Janeiro, Piauí, entre outros. Trio elétrico e escolas de samba animam os foliões antes e depois do feriado oficial. Porém, Belém se consagra no Brasil como um dos pré-carnavais mais badalados do país, e esse ano o negócio está ainda mais profissional. As maiores bandas do Brasil desembarcam em Belém para fazer mais de um mês de folia.

Com dois circuitos oficiais definidos (Cidade Velha e Boulevard), os produtores locais ainda vão fazer festas indoors, simultaneamente. Tem folia pra todos os gostos: na rua ou em locais fechados. Mas para o bolso o negócio é mais complicado. As entradas, que dão direito ao abadá, variam de R$ 40 a R$150.

Mesmo com preço salgado, tem foliã que não vai perder um dia de festa, e já mandou avisar: “Vou em todos os blocos que eu puder, vou tentar conciliar até os que são no mesmo dia, não quero perder um dia desse pré-carnaval”. A publicitária Lua Menezes é carnavalesca desde quando era “brotinho”. Aos 5 anos ela vestiu seu primeiro abadá e nunca mais perdeu a folia de momo.

“Meu pai era produtor dos carnavais fora de época em Belém, então eu sempre ia com ele. Quando eu era criança saia de abadá com ele, já fui até da comissão de frente do bloco da Eliana”, contou.

Lua se preparando para mais um bloco em 2018. (Foto: Arquivo Pessoal)

PARA TODOS OS GOSTOS

Sabe aqueles artistas de Salvador que puxam os trios no feriado carnavalesco? Pois é, eles estarão em Belém. Léo Santana, Ricardo Chaves, Banda Eva, Harmonia do Samba, Durval Lelys, Jammil, Babado Novo, É o Tchan e Denny. Tem mais, os cariocas do Fica Comigo e do Monobloco também fazem a festa por aqui. E ainda tem os artistas locais, como por exemplo o bloco Filhos da Fruta, da banda Fruta Quente, super tradicional.

A novidade não para por ai, esse ano o pré-carnaval terá presença do funk carioca e um bloco católico.

Bloco da Favorita e Bloco da Gaiola, oficiais do carnaval do Rio de Janeiro, prometem levar muito funk para os foliões de Belém. As atrações principais do evento estarão presentes na capital paraense, o que mostra a responsabilidade em levar o que tem de melhor no Brasil para os foliões.

“Há 4 anos, nos unimos e nos organizamos em prol de uma maior organização e segurança. E criamos a Liga dos Blocos da Cidade Velha - LBCV. Debatendo com a comunidade, as associações dos moradores da cidade velha, a prefeitura de Belém, o governo do estado, através dos seus órgãos competentes, para a elaboração e execução de cada edição. Escutando a Igreja e todas as pessoas impactadas de alguma forma com o período carnavalesco. Fomos nos entendendo e criando um modelo que se aperfeiçoa e refina a cada ano”, explicou Naza Júnior, diretor de MkT da LBVC.

A conversa e preocupação foi tanta, que no próximo dia 17 de fevereiro terá o primeiro bloco católico da Cidade Velha: o bloco da Sé .

“Além de levarmos muita alegria para milhares de foliões, fomentar a economia local, ano passado ainda deixamos um legado para a cidade velha, que foi a reforma do prédio para 4 unidade policial no bairro, inaugurado no dia 05 de abril. E para esse ano já estamos em conversas para decidirmos a próxima benfeitoria”, acrescentou Naza.

Além do bloco católico, baianos e cariocas, a música eletrônica também se firma no cenário. Pelo segundo ano consecutivo, o Bloco da Pump arrasta foliões na Cidade Velha. “É festa para todos os públicos, gostos e estilos, prova disso foi a estreia ano passado do 1º bloco de música eletrônica do Norte. Esse ano ele é um dos mais disputados”, antecipou o diretor.

(DOL)





Comentários

Destaques no DOL