Notícias / Polícia

AÇÃO FRUSTRADA

Polícia Civil impede assalto à empresa de transportes coletivos em Belém

Segunda-Feira, 07/01/2019, 20:09:49 - Atualizado em 07/01/2019, 20:09:49 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Polícia Civil impede assalto à empresa de transportes coletivos em Belém (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil frustrou os planos de uma associação criminosa que pretendia assaltar a sede de uma empresa de transportes coletivos, em Belém, na madrugada deste domingo (6).

Após abordagem de um suspeito, na Avenida Augusto Montenegro, houve troca de tiros entre duas equipes de policiais civis e um homem armado que saiu em fuga, em seguida, em um carro pela Rodovia do Tapanã, onde ocorreu uma nova troca de tiros.

Pelo menos três suspeitos abandonaram o carro e saíram em fuga por dentro de um matagal. No veículo, foi encontrada uma mochila com duas armas de fogo e uma blusa da empresa de ônibus.

Os fatos ocorreram por volta de 3h30. Segundo o titular da DRFR (Divisão de Repressão a Furtos e Roubos da Polícia Civil), delegado Ricardo do Rosário, por volta de meia-noite, chegou uma denúncia anônima de que bandidos iriam assaltar uma empresa situada em determinado perímetro da Avenida Augusto Montenegro. Diante da informação, policiais civis da DRFR com apoio do GPE (Grupo de Pronto Emprego), unidade tática da Polícia Civil, foram até o local.

Por volta de 3h30, os policiais avistaram um homem em atitudes suspeitas a pé e carregando apenas uma mochila de cor escura às proximidades da sede de uma empresa de transportes coletivos. No momento em que os policiais fariam a abordagem, o suspeito sacou da cintura um revólver e passou a atirar em direção às equipes policiais, ao mesmo tempo em que atravessava correndo a avenida. Houve troca de tiros. O suspeito entrou em um carro modelo Ethios cor cinza, que estava parado no outro lado da rua, e o veículo saiu em disparada e tomou rumo pela Rodovia do Tapanã durante a fuga. Os policiais civis saíram em perseguição ao carro e conseguiram emparelhar com o veículo.

Pelo menos, três suspeitos passaram a atirar de dentro do carro em direção à viatura policial. Após nova troca de tiros, os suspeitos pararam o carro e saíram em fuga a pé em direção a um matagal localizado em uma área de invasão, área muito escura e, por conta disso, de difícil visibilidade. O carro foi revistado e, dentro dele, havia dois revólveres calibres 38, ambos com munição já deflagrada, e uma blusa da empresa de transportes coletivos. A DRFR vai investigar os fatos.

(Agência Pará)





Comentários

Destaques no DOL