Notícias / Pará

INTEGRAÇÃO

Helder Barbalho toma posse como Governador do Estado do Pará em Belém

Terça-Feira, 01/01/2019, 09:49:39 - Atualizado em 01/01/2019, 14:55:33 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Helder Barbalho toma posse como Governador do Estado do Pará em Belém (Foto: Maycon Nunes)
Após a cerimônia e a solenidade de transição da faixa, o governador eleito Helder Barbalho e o vice Lúcio Vale seguem para Marabá (Foto: Maycon Nunes)

O governador eleito Helder Zahluth Barbalho foi oficialmente empossado como Governador do Estado do Pará durante a cerimônia oficial realizada na manhã desta terça-feira (1), na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), em Belém.

O ato solene realizado em Belém é o primeiro de três, tendo em vista que, pela primeira vez na história, um Governador eleito fará cerimônias de posse em três cidades diferentes: Belém, Marabá e Santarém.

VEJA MAIS FOTOS DA CERIMÔNIA DE POSSE

Veja o momento do juramento do novo Governador:

Por esse motivo, a Missa de Ação de Graças - costumeiramente realizada no dia da posse oficial - foi antecipada na manhã da última segunda-feira (31). A celebração conduzida pelo arcebispo Dom Alberto Taveira foi realizada na Catedral Metropolitana de Belém, na Cidade Velha.

Helder Barbalho é o 42º Governador do Estado do Pará. Ele também é o segundo governador mais jovem a assumir o governo do Estado do Pará, o primeiro foi o governador e hoje atual senador Jader Barbalho.

Durante seu discurso na cerimônia, o governador Helder Barbalho reafirmou o compromisso com o povo do Pará, relembrou seu histórico político e fez uma dedicatória especial ao município de Ananindeua. "Me permito rememorar e fazer uma homenagem ao município de Ananindeua, onde iniciei a minha trajetória na condição de vereador, posterior a passagem neste parlamento pude exercer um mandato de prefeito por oito anos".

Helder reafirmou também do desejo de ver um Pará melhor nos próximos anos e destacou a necessidade de melhorar a vida de cada um dos paraenses, que depositaram nas urnas a confianças no emedebista.

"Desejo construir, junto com esta casa e com a sociedade, um Pará melhor, um Pará mais justo. Pude dizer no momento da diplomação que todos nós estamos vivendo, seguramente, um tempo histórico de mudança, de revisão de conceitos e de culturas. E a sociedade brasileira, acompanhando a tendência mundial, sinalizou nas urnas o desejo da mudança e ela significa que todos nós devamos estar atentos e compreendendo de que a sociedade paraense tem pressa, de que a sociedade paraense espera cada um de nós", disse o governador eleito que finalizou: "Que sejamos capazes de fazer com que a vida das pessoas possa ser uma vida melhor. Que este Estado tão rico e tão belo possa fazer com que a sua beleza e a sua riqueza represente a qualidade de vida para a nossa gente."

LEIA TAMBÉM: Jatene não irá passar a faixa de governador para Helder Barbalho

Ao fim da cerimônia de posse, o novo governador Helder Barbalho e o vice Lúcio Vale participam da solenidade de transição da faixa governamental no Palácio Lauro Sodré, momento em que o atual ex-governador Simão Jatene passa a faixa ao seu sucessor. No entanto, Jatene já informou que não comparecerá à posse.

Prestigiando a cerimônia de posse, o senador eleito Jader Barbalho disse estar muito feliz por este dia, desejou sucesso ao novo governo de Helder e relembrou também a primeira vez que participou deste ato solene como governador do Estado. “Eu só tenho a agradecer a Deus e pedir a Ele para que o governador Helder Barbalho faça um grande governo. Estamos torcendo para que faça um grande governo em favor do povo do nosso Estado do Pará.”

Após receber a faixa pela esposa Daniela Lima Barbalho, o governador eleito disse que em seu governo a segurança e a cidadania atuarão em conjunto com medidas que priorizem os agentes de segurança, enquanto a comunidade também é beneficiada.

"Estamos implementando, através da secretaria de cidadania, a transversalidade e a presença dos órgãos de governo nas áreas onde terão a priorização dos agentes de segurança. Os agentes de segurança entrarão para retomar as comunidades, para retomar os bairros. Porém, para que essa retomada seja permanente, é fundamental que haja a intervenção dos outros órgãos com investimento em saúde, infraestrutura urbana e projetos que possam, através da cidadania, descobrir talentos no esporte e na cultura e projetos sociais de geração de renda. Porque onde tem renda diminui a violência."

Questionado também sobre a saúde básica, não só da população paraense, mas também dos venezuelanos, Helder afirmou que vai trabalhar para garantir esse atendimento, mas para é importante manter a comunicação com os órgãos competentes. Ressaltou também que, enquanto debate diretamente com os municípios, vai garantir que o Estado cuide das necessidades mais abrangentes.

"É necessário que nós possamos dialogar com os municípios. A atenção básica é fundamental no envolvimento dos municípios para garantir este atendimento. Inclusive com o foco, claro, na saúde preventiva. Eu estarei dialogando com as prefeituras para dar suporte e apoiamento. Enquanto isso, o Estado estará reforçando as estratégias de alta e média complexidades e garantindo investimentos na área de saneamento para que a saúde preventiva seja garantida para a população."

NOVO GOVERNADOR

Helder Zahluth Barbalho nasceu em Belém do Pará, em 18 de maio de 1979. Ele é graduado em Administração no ano de 2002, pela Universidade da Amazônia (Unama), em Belém, e pós-graduado na Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo, com o título de MBA Executivo em Gestão Pública. No ano 2000, foi o vereador mais votado de Ananindeua com 4.296 votos. Dois anos depois, se elegeu deputado estadual, também o mais votado, com 68.474 votos.

Helder assumiu a Prefeitura de Ananindeua, terceira maior cidade da Amazônia, com 25 anos de idade, em 2005, tornando-se o prefeito mais jovem da história do Pará. Ainda como prefeito de Ananindeua, assumiu a presidência da Federação das Associações dos Municípios do Estado do Pará (Famep).

Em 2008 foi reeleito à prefeitura de Ananindeua, no 1º turno, com 93.493 mil votos.

Helder atuou nos últimos anos como Ministro da Pesca e Aquicultura, Ministro da Secretaria Nacional dos Portos e Ministro da Integração Nacional.

VEJA TAMBÉM:

(DOL)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL