Notícias / Pará

TECNOLOGIA

7,8 milhões de paraenses acessam internet no celular

Sexta-Feira, 21/12/2018, 07:56:44 - Atualizado em 21/12/2018, 07:58:33 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

7,8 milhões de paraenses acessam internet no celular (Foto: Irene Almeida/Diário do Pará)
(Foto: Irene Almeida/Diário do Pará)

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que a internet é acessada por 97,6% dos paraenses por meio do celular. Isso significa que mais de 7,8 milhões de pessoas no Estado estão conectadas à rede por meio dos dispositivos móveis.

A quantidade de aparelhos vendidos no último ano reforça esses números. Somente no último trimestre de 2017, foram registrados 506 mil novos usuários de celulares, em relação ao ano anterior. Uma explicação para o crescimento está no avanço da indústria da telefonia. Dentro deste percentual, 60,7% utilizam apenas o celular como fonte de acesso à internet.

A assistente social Camila Coimbra, 27 anos, é um bom exemplo. Ela conta que utiliza o celular para executar praticamente qualquer tarefa e não consegue mais viver sem o aparelho. “Eu utilizo os aplicativos de conversa e para o trabalho. A gente se acostuma a fazer tudo nele, até mesmo ver a hora quando estamos com relógio no braço”, conta. “Não tem como ficar sem ele. Quando acaba a bateria eu fico abandonado”, brinca o relações públicas Geovani Luz, 34. “É difícil, pois sempre ando com carregador, mas quando acontece eu me sinto totalmente incomunicável”.

TELEVISÕES

No uso exclusivo do celular, quando comparado ao de outros aparelhos, a diferença é enorme. Apenas 1,7% utilizam somente o microcomputador, enquanto 0,3% acessam a internet unicamente através dos tablets. Os chamados ‘computadores de mesa’ tiveram a maior redução entre os itens pesquisados, com uma queda de 35,6%. São 79 mil usuários a menos em relação ao ano de 2016.

Em contrapartida, a popularização das Smart TVs também deu um salto no uso da internet através dos televisores. São 167 mil usuários (7,9%) a mais, em relação ao mesmo período do ano anterior. “Sem celular a gente não se comunica. Seja uma simples mensagem, um e-mail de trabalho ou um chamado urgente, não dá para fazer isso com a televisão e nem sempre temos um tablet, então o aparelho é cada vez mais essencial”, completa o publicitário Erick Rafael, 27.

Em números

Acesso à internet no Pará 

- 57,3% da população do Pará tem acesso à internet, um aumento de cerca de 455 mil comparado a 2016.

- As mulheres tiveram a maior taxa de acesso por sexo com 60,6% delas tendo acesso ao final de 2017.

- Os homens, estavam abaixo do público feminino com 53,8%. 

- As pessoas de 30 a 39 anos registraram o maior acesso com 22,4% do total de internautas paraenses. Outros percentuais:

- 14 a 19 (17,3%)

- 40 a 49 anos (15,3%).

- 60 anos ou mais ( 4) %. 

- Acesso por nível de escolaridade: Médio completo (82,6%), superior incompleto (97,3%) e superior completo (94%).

Fonte: IBGE

(Luiz Guilherme Ramos/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL