Notícias / Pará

DESCASO

Canais da Bacia do Una foram abandonados pela Prefeitura

Sábado, 15/12/2018, 06:26:27 - Atualizado em 15/12/2018, 06:35:00 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Com a estrutura deteriorada, mato alto, lixo e entulhos, é visível a necessidade de uma manutenção maior nos canais que integram a Bacia do Una. Sobram reclamações da população sobre a situação dos espaços, sobretudo nesta época do ano, quando as chuvas se intensificam e o lixo/entulhos depositados nas beiradas, muitas vezes, vão parar dentro dos canais. Com o assoreamento, alguns dos canais acabam transbordando, alagando vias e até as casas dos moradores.

No canal Água Cristal, situado no bairro da Marambaia, além de tudo isso, a estrutura é precária. Em algumas áreas as muretas já não existem mais. Não há pontes adequadas para a travessia dos moradores, somente uma estreita improvisada em madeira, o que representa risco de acidentes, sobretudo às crianças e idosos.

O auxiliar de serviços gerais Wagner Souza, 37 anos, sente falta de uma limpeza “mais profunda” no canal. Ele diz ser comum encontrar animais como cobras dentro do espaço, o que também é um risco para a população. “A coisa mais difícil é ver a Prefeitura fazer alguma coisa aí. Tenho uma filha pequena e como fica entulho na beira, a população toca fogo e a fumaça vem toda pra dentro de casa”, garante.

Na Sacramenta, o canal São Joaquim apresenta problemas semelhantes. É comum observar objetos e até geladeira “boiando” no canal, conforme explicam os moradores da área. “A Prefeitura só limpa as beiradas. E nunca levam todo o lixo. Dentro do canal nunca recebe manutenção. Teve um morador que colocou uma lixeira, mas a Prefeitura não leva o lixo que fica lá, vem cachorro e espalha”, disse a atendente Nelma Souza, 35, que mora e trabalha na via.

Lixo, entulhos e mato se acumulam nos canais, o que agrava as cheias, que invadem as casas dos moradores. Ministério Público fará audiência pública para debater o problema. (Fotos: Maycon Nunes)

AUDIÊNCIA

O Ministério Público do Estado, por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Meio Ambiente, Patrimônio Cultural e Habitação e Urbanismo, realizará uma audiência pública na segunda-feira (17) para tratar da manutenção da macrodrenagem da bacia do Una. O MP realizou uma vistoria nos pontos críticos da bacia na manhã da última quinta-feira (13). A audiência é aberta ao público e vai discutir as estratégias e ações para o planejamento e a intervenção de manutenção da macrodrenagem da bacia.

De acordo com a matéria publicada no site do MP, foram detectados vários problemas nos canais São Joaquim, do Galo, Água Cristal, da Visconde com a Antônio Baena e Antônia Nunes, e também nas comportas do canal São Joaquim, local da saída do sistema de drenagem dos canais para o rio.

Sesan

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saneamento de Belém (Sesan) informou que mantém um cronograma de ações de limpeza e manutenção nas áreas de influência da Bacia do Una, para atender as demandas referentes aos serviços de limpeza manual e manutenção dos sistemas de drenagem.

(Pryscila Soares/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL