Notícias / Pará

NEGÓCIOS

Feira do Empreendedor abre com perspectivas otimistas

Quinta-Feira, 17/05/2018, 08:29:37 - Atualizado em 17/05/2018, 08:29:37 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Feira do Empreendedor abre com perspectivas otimistas (Foto: Marco Santos/Diário do Pará)
Serão 4 dias da feira, com visitações abertas ao público e foco nas oportunidades de negócios. (Foto: Marco Santos/Diário do Pará)

Começou ontem a 9° edição da Feira do Empreendedor, realizada pelo Sebrae. Até às 15h de ontem foram contabilizadas 37 mil inscrições para participação da programação do evento, que é realizado no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia. A abertura da Feira contou com a presença do presidente nacional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Guilherme Afif Domingos. 

Com o tema “Vem pra Feira que é negócio”, o evento se estende até o próximo sábado, 19, com uma programação variada, voltada para a capacitação e entrada gratuita. Durante os quatro dias de evento devem ser gerados R$ 30 milhões em negócios diretos e indiretos, segundo a coordenação. 

O diretor-superintendente do Sebrae no Pará, Fabrizio Guaglianone destaca que o Sebrae atua no Estado do Pará a partir de quatro pilares: capacitação, oportunidade, geração de negócios e políticas públicas. “São mais de 120 oportunidades para que esses empreendedores que vierem possam sair daqui com oportunidade de negócio, uma atividade para poder executar em seu bairro ou município”, frisa. “Sabemos das dificuldades do cenário econômico, mas não podemos nos curvar a isso. Temos de ser atuantes, temos de ser protagonistas. E estamos sendo”, acrescenta. 

O ministro do Meio Ambiente, Edson Gonçalves Duarte ressaltou a parceria que irá desenvolver entre este Ministério e o Sebrae Nacional. “A nossa participação aqui é para coroar a participação e consolidação de uma agenda ambiental nacional”, destaca. Durante a abertura oficial do evento foi assinado um Termo de Cooperação entre o Ministério de Meio Ambiente e o Sebrae Nacional tendo como foco a sustentabilidade.

OPORTUNIDADES

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae, Fernando Yamada disse que a Feira tem como foco total o empreendedor paraense, seja ele individual ou de pequeno porte. Só é possível gerar riqueza e garantir a empregabilidade criando um ambiente de negócios que colocasse o empreendedor no tema dessa gestão”, afirma Yamada. 

Guilherme Afif destacou as potencialidades do Estado. (Foto: Marco Santos/Diário do Pará)

Entre o público, a oportunidade de aprender e também de partir para ações práticas. É o caso do proprietário de uma marca de hamburgueria artesanal em Belém, Lucas Teruel, que já trabalha em uma loja física há três anos na capital. “Escolhemos a Feira para iniciar nosso processo de expansão de franquias. E conseguimos ampliar nosso leque de negócios”, destaca. “Somos um negócio regional e daqui queremos exportar isso, levar para outros estados e até outros países para ser ajustável em qualquer cenário”, destaca.

PRESIDENTE NACIONAL DO SEBRAE DESTACA NEGÓCIOS DA REGIÃO

O presidente nacional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Guilherme Afif Domingos, veio à Belém para participar da abertura da 9ª Feira do Empreendedor. Com 32 mil inscritos este ano, a edição paraense da Feira é considerada a segunda maior do país, ficando atrás apenas da de São Paulo. A programação segue até este sábado (19). “A feira aqui do Pará é uma das mais importantes no país, por causa do número crescente de participantes”, comenta Domingos. “Aqui as pessoas enxergam as oportunidades que podem ser transformadas em renda”, continua. 

Entre os setores promissores do empreendedorismo na região, por exemplo, ele cita a gastronomia e o turismo, pelo potencial da abundância natural presente no Estado. “Cerca de 90% da atividade turística é movimentada por pequenos empresários. Guias, assessores, agentes de viagem. Tem muito que explorar”, acrescenta. O presidente também aponta o ramo de serviços como o que mais cresce, principalmente, em apoio à indústria. “No Pará temos dois grandes setores industriais, a agricultura e a mineração, que demandam uma série de outros serviços. E é aí onde entram as pequenas empresas, no campo da terceirização”, explica. 

Além disso, o presidente argumenta que o sucesso da feira muito se deve à abertura e presença não só dos já empresários no evento, mas também dos pretendentes, aqueles que ainda estão pensando em abrir um negócio. “E é na feira que ele vai adquirir o conhecimento e se conectar com esse universo”, justifica.

SERVIÇO

A 9º Feira do Empreendedor é realizada pelo Sebrae no Pará, no período de 16 a 19 de maio, das 9h às 22h, no Hangar - Centro de Convenções da Amazônia. Toda a programação é gratuita. Inscrições e informações: feiradoempreendedorpa. com.br

(Wal Sarges e Arthur Medeiros/Diário do Pará)





Comentários

Destaques no DOL