Entretenimento / Cultura

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Youtuber Marco Túlio se apresentou em Belém e falou sobre a carreira

Segunda-Feira, 26/02/2018, 19:17:53 - Atualizado em 26/02/2018, 19:52:17 Ver comentário(s) A- A+

Youtuber Marco Túlio se apresentou em Belém e falou sobre a carreira (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A internet é um fenômeno que revoluciona a vida no mundo, transforma hábitos e costumes. E criar conteúdo online acabou virando uma profissão rentável, principalmente para jovens fãs de videogames. É o caso do mineiro Marco Túlio Vieira, de 21 anos, natural de Belo Horizonte, que com o bordão “Fala aí, galera”, cumprimenta diariamente os 12 milhões de inscritos em seu canal, que tem uma média mensal de acessos de 180 milhões. Ele é responsável pelo canal AuthenticGames, que está entre os maiores dedicados a games no Brasil.

O youtuber se dedica a jogar Minecraft,  jogo criado em 2009 pela empresa sueca Mojang Studios (adquirida recentemente pela Microsoft), e que permite ao jogador criar estruturas e aventuras num mundo todo feito de blocos, tipo lego. Por isso, grande parte dos vídeos criados por Túlio são chamados de "gameplays", onde ele mostra cenas feitas enquanto jogava algum título.

Além do sucesso no mundo virtual, Túlio vem atacando também no mundo real - e com bastante sucesso. É o maior vendedor de livros infanto-juvenis do Brasil, superando a marca de 500 mil exemplares nas quatro obras que lançou. Artista da Sony Music, lançou um DVD do desenho animado “AuthenticGames e seus amigos”, que foi disco de ouro na pré-venda. Sua marca possui ainda linha de roupas de cama, bonecos, uma escola de programação de computadores para crianças e adolescentes, em Belo Horizonte (MG), e, recentemente, assinou contrato com a editora Caras para o lançamento de uma série de revistas em quadrinhos.

 

Marco Túlio apresentou domingo (25), em Belém, o show “Authentic Games: Festa dos Youtubers". Ele conversou com o caderno Você, do DIÁRIO, com exclusividade, antes da apresentação.

 É a sua primeira vez na cidade? Qual a expectativa?

É a minha segunda vez, adorei a cidade, é muito bom estar de volta. Acredito que vamos ter grande público no show.

Se não fosse youtuber, qual profissão teria?

Gostaria de ser um motivador de crianças, como os “Doutores da Alegria”.

 Qual a melhor e pior parte de ser um youtuber?

Olha, é muito gratificante o carinho dos fãs e dos pais, o reconhecimento de empresas e pessoas ligadas à mídia que elogiam o meu trabalho. Não diria que existe uma pior parte, existe sim uma exigência e uma consciência de ser extremamente profissional, pela responsabilidade que assumi com meus quase 13 milhões de maninhos e maninhas inscritos no meu canal.

Antigamente as crianças queriam ser médicos ou advogados. Hoje, sonham em ser youtuber. O que você acha disso?

Desde que elas continuem os estudos e cuidem das suas obrigações em casa, não vejo problema. O importante é que gostem e estejam felizes com a profissão que escolherem.

Que dicas darias para quem quer se aventurar nessa carreira? 

Para quem está começando, o que faz a diferença é o jeito da pessoa apresentar o vídeo. Existem muitos canais de Minecraft, mas o jeito com que a pessoa fala ou se comunica com o público acaba atraindo ainda mais a atenção. Minha dica é que, independente do estilo e do tema que você for dar ao seu canal, faça porque gosta! Fazendo com gosto, os resultados em visualizações e inscritos serão uma consequência.

Você é um fenômeno da internet. Isso assusta?

Bastante, afinal não esperava, depois de seis anos, chegar a quase 13 milhões de inscritos no canal e receber mais de 5 bilhões de visualizações. Ainda não me acostumei, mas entendo o que esses números representam e como a minha responsabilidade aumentou com o meu público, que é composto por crianças a partir de quatro anos, chegando a adolescentes de 17 anos.

Qual o segredo para bombar no YouTube?

O segredo, na verdade, é ser você mesmo, ser original e gostar do que faz.

Você saiu do virtual e está atuando no real também, com livros, DVD, escola de programação e muito mais. O que já deu para realizar de sonho com tudo isso?

Atualmente tenho assumido e estudado muitos projetos. Minha agenda anda tão intensa que ainda não tive tempo de parar para pensar nisso. Mas espero estar muito bem futuramente e continuar a fazer tudo que eu gosto.

(Aline Rodrigues/Diário do Pará)







Comentários