Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Defesa Civil e Exército removem desabrigados em Marabá

Quarta-Feira, 14/02/2018, 07:11:51 - Atualizado em 14/02/2018, 07:11:51 Ver comentário(s) A- A+

Defesa Civil e Exército removem desabrigados em Marabá (Foto: Divulgação)
Rio Tocantins subiu mais alguns centímetros, o suficiente para desalojar mais famílias (Foto: Divulgação)

A Defesa Civil, em parceria com o Exército, está realizando o trabalho de remoção das famílias atingidas pela enchente em Marabá, no sudeste do Estado. O nível do Rio Tocantins subiu de 10,45 m na segunda-feira (12) para 10,68 metros ontem (13), aumentando também o número de famílias desabrigadas. 

Até a tarde de ontem, cerca de 200 famílias já teriam sido cadastradas pela Defesa Civil, sendo 155 famílias desabrigadas e outras buscaram refúgio com parentes e amigos. O órgão está encaminhando as famílias que não têm onde se refugiarem aos três abrigos improvisados pela Prefeitura, porém nenhum deles oferece mínimas condições de moradia. Ao todo, são 13 caminhões em plena atividade de remoção, sendo 8 do Exército e 5 alugados pela Prefeitura do município.

Na manhã de ontem (13), a família de dona Maria dos Milagres, de 60 anos, foi removida da Folha 33 e alojada no Ginásio da Obra Kolping. Ela relata que a água entrou em sua casa rapidamente. “Ela foi chegando no quintal, depois na cozinha e tomou toda a casa. Estávamos na esperança da água baixar, mas não baixou, então procuramos a Defesa Civil”, relata.

A Prefeitura esclarece que a demora na construção dos abrigos se dá por conta do feriado de Carnaval, data em que os fornecedores de materiais de construção encontram-se fechados. A Defesa Civil acrescenta que amanhã (15), equipes da Secretaria de Viação e Obras Públicas (Sevop) devem concluir a montagem de toda 
a estrutura dos abrigos.

(Jéssika Ribeiro de Marabá)







Comentários