Notícias / Polícia

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Vendedor continua desaparecido e família diz que ele foi assassinado

Sexta-Feira, 09/02/2018, 22:11:26 - Atualizado em 09/02/2018, 22:11:26 Ver comentário(s) A- A+

Vendedor continua desaparecido e família diz que ele foi assassinado (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A família de Charles Silvio Damasceno Piedade, de 50 anos, perdeu as esperanças e acredita que o vendedor mosqueirense foi assassinado. Ele está desaparecido há quase uma semana, depois que saiu de casa na manhã do último sábado (3) para pegar frutas na área da mata do bairro Sucurijuquara, na Baía do Sol, na ilha de Mosqueiro.

Com o sumiço, a sobrinha de Charles precisou registrar o B.O. e movimentar as autoridades, já que a mãe do vendedor estaria há três dias sem dormir, além de chorar dia e noite pelo filho.

(Foto: Divulgação)

Além dos depoimentos de dois parentes do desaparecido, que afirmam que Charles era ameaçado de morte, o Corpo de Bombeiros realizou uma varredura na área da mata e encontrou os sapatos do desaparecido, o que levantou ainda mais as suspeitas de que ele poderia estar morto.

A Delegacia do Distrito de Mosqueiro investiga o caso e trabalha com de forma a encontrar quem supostamente teria ameaçado o vendedor.

Se você tem qualquer informação sobre o paradeiro de Charles Silvio Damasceno, entre em contato com o Disque Denuncia (181). A ligação é anônima.

(Com informações de Denilson D’Almeida/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários