Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Cabo dos Bombeiros é atacada por pitbull no Marajó

Quarta-Feira, 24/01/2018, 20:54:26 - Atualizado em 24/01/2018, 21:55:43 Ver comentário(s) A- A+

Cabo dos Bombeiros é atacada por pitbull no Marajó (Foto: Reprodução/Facebook)
(Foto: Reprodução/Facebook)

Moradores do município de Breves ficaram alarmados diante um ataque de um pitbull a uma cabo do 11º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM) na manhã desta terça-feira (23), no Marajó. Segundo informações, a vítima foi atacada quando chegava em casa após mais um dia de trabalho.

Segundo informações, o cachorro vive ao lado da casa da vítima e costuma ficar preso no fundo do quintal, mas no dia do ataque ele estava solto, ameaçando os vizinhos.

Na tentativa de conter o animal, a vítima identificada apenas como 'cabo Marreiros' foi atacada na perna e sofreu um grave ferimento, sendo auxiliada por um colega de farda. Em um depoimento no facebook, ela relata que o cachorro estava muito estressado e, mesmo tendo a chance de sacrificá-lo, decidiu não realizar a ação.

"Quando fui atacada hoje pela manhã não tive raiva, na hora tive oportunidade de ceifar com a vida daquele animal, pois estava com uma faca bem afiada na cintura (estava fardada), mas minha única reação diante aqueles olhos foi chamar pelo nome dele que, graça a Deus, abriu a boca e largou um pouco a minha perna, dando tempo pra eu correr e fechar o portão", relata na publicação.

O animal foi levado para um sítio, localizado na estrada PA-159. A militar recebeu atendimento no hospital de Breves e, apesar do ferimento profundo, passa bem.

NEGLIGÊNCIA

Moradores relatam que o cachorro não era bem cuidado pelo dono, que o mantinha preso constantemente. Além disso, um filhote da mesma raça continua no local. A inexperiência de alguns criadores e os ataques de animais dessa raça reabrem discussões entre os populares, que interpretam como "um arma mortal", aumentando ainda mais o preconceito.

(Com informações de Marcos Onias/RBA)







Comentários