Entretenimento / Cultura

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Simone e Simaria trazem sua sofrência cheia de bom humor para Belém

Quinta-Feira, 07/09/2017, 11:21:40 - Atualizado em 07/09/2017, 11:25:07 Ver comentário(s) A- A+

Simone e Simaria trazem sua sofrência cheia de bom humor para Belém (Foto: Divulgação)
Carismáticas, as irmãs vão animar a noite de Belém nesta sexta-feira (8). (Foto: Divulgação)

“Estamos ansiosas para cantar em Belém. Nossos fãs podem esperar um show lindo, com muita animação e um repertório especial para ninguém ficar parado. Se preparem, coleguinhas, estamos chegando”. Assim as cantoras Simone e Simaria adiantam ao público da capital paraense o que será a apresentação que farão nesta sexta-feira, no Hangar - com abertura da dupla sertaneja cearense Pedro e Benício e do cantor alagoano Mano Walter. O show faz parte da turnê “Live” e apresenta os sucessos da dupla, como “Loka”, “Meu Violão e o Nosso Cachorro”, “126 Cabides”,“Quando o Mel é Bom”, e claro, “Regime Fechado”, sucesso de visualizações no YouTube.

“Buscamos sempre trazer novidades para os nossos fãs e tínhamos o sonho de reproduzir o nosso DVD nos shows. Graças a Deus e a uma estrutura grandiosa que temos, hoje conseguimos reproduzir muitos dos cenários através de painéis de Led”, completa Simone. 

“Estamos vivendo uma fase maravilhosa em nossa carreira. Hoje viajamos de norte a sul do país e até mesmo internacionalmente com essa turnê e o público canta todas as nossas músicas. É muito emocionante. Somos muito gratas a todos os fãs que nos acompanham”, diz Simaria.

Tudo é fruto de muito esforço e de uma carreira que vem sendo construída há muito tempo, desde quando elas atuavam como backing vocal do cantor Frank Aguiar, e depois seguiram para o Forró do Muído. Essa mistura foi a base do que é a carreira delas hoje. Simone relembra que começaram cantando em camarotes, aniversários, mas acabaram fazendo uma apresentação fixa aos domingos em , em uma casa de shows, e com isso foram conquistando o público, que começou a pedir um disco da dupla. Em poucos meses, estouraram.

A aposta foi em letras populares, sobre relacionamentos, que transitam entre o forró e o sertanejo, e são repletas de “indiretas” para os homens. Acaba que muitas mulheres se identificam. E elas sabem disso, pois também acabaram passando, em algum momento da vida, pelas lamúrias que cantam. 

Simaria diz que gosta muito de compor e que também observa o que as pessoas ao seu redor sentem. “Transmito isso para as músicas. Nas nossas canções falamos sobre superação, traição, amor, bebida. Elas sofrem, mas depois passa e fica tudo lindo. O chifre, por exemplo, é bom porque é através dele que você vê que a pessoa que estava ao seu lado não vale um real. É uma sofrência saudável, onde os homem riem e se divertem com o nosso repertório, inclusive o nosso público masculino tem crescido de forma surpreendente”, diz Simaria.

DO FORRÓ AO SERTANEJO, COM REGGAETON E FUNK NO MEIO


Simone e Simaria são de uma família em que os parentes têm dom para cantar – mãe, tios, primos. Então, para elas, esse caminho foi natural. “Quando completei seis anos, meu pai começou a me levar para participar dos concursos de calouros da cidade onde morávamos. Simone era muito pequena, mas depois de alguns anos, começou a participar e, todos que participávamos, ganhávamos. Meus pais perceberam que tínhamos talento desde cedo e sempre nos incentivaram”, conta.

O show das irmãs traz sucessos como "Loka" e "Regime Fechado", sucesso de views na internet. (Foto: divulgação)

Foi através do “Bar das Coleguinhas”, primeiro álbum da dupla, lançado em 2015, que elas alcançaram fama nacionalmente. “Nossa trajetória começou no forró, mas desde pequenas cantamos sertanejo. O forró abriu muitas portas pra gente, mas foi através do primeiro disco que conseguimos atingir o público nacional. Nos nossos shows, gostamos de levar a mistura dos ritmos. Cantamos também forró, funk, reggaeton e, claro, o sertanejo”, comenta Simaria.

GARANTA

Simone e Simaria Live
Abertura: Mano Walter e Pedro & Benício
Quando: Amanhã, às 22h
Onde: Hangar Centro de Convenções (Av. Dr. Freitas)
Quanto: R$100 (Vip, 2º lote), R$ 120 (Prime, 2º lote) e R$ 300 (Lounge Open Bar Premium, 2º lote), à venda nas lojas É Show (shopping Boulevard), Bonita Cosmética (Pátio Belém), É Show (Parque Shopping), Empório da Beleza (Castanheira Shopping), bilheteria do Espaço Cultural Grão Pará (de quinta a domingo, das 15h às 18h), Banca do Oliveira (Braz com Rui Barbosa) e pelo site e App Bilheteria Digital
Informações: 3355 5202

(Dominik Giusti/Diário do Pará)





Comentários