Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Ipamb: Divergência no prazo para atualizar cadastro Previdenciário revolta servidores

Sexta-Feira, 25/08/2017, 16:22:33 - Atualizado em 25/08/2017, 16:56:27 Ver comentário(s) A- A+

Ipamb: Divergência no prazo para atualizar cadastro Previdenciário revolta servidores (Foto: Ipamb/Divulgação)
Prazo para atualização do censo previdenciário/2017 diverge e causa indignação entre os servidores. (Foto: Ipamb/Divulgação)

O edital de convocação publicado no Diário Oficial do dia 9 de agosto, com a lista dos servidores que terão os vencimentos suspensos do mês de agosto em caso de não atualização do censo previdenciário/2017 para fins de recenseamento obrigatório gerou indignação entre os funcionários públicos.

Isso porque no edital de convocação, o prazo mencionado é de 31 de julho, entretanto, o prazo foi prorrogado para o dia 31 de agosto, segundo divulgação feita no site do Instituto de Previdência e Assistência do Município de Belém (Ipamb).

(Imagem: reprodução)

“Poderiam dar qualquer punição aos servidores, mas não bloquear nosso salário. Isso é ilegal, é desumano, um completo absurdo. É inconstitucional”, desabafa a professora Socorro Jucá.

Ela está entre os servidores que aparecem no edital de convocação publicado no Diário Oficial.

“Eles não podem mexer no nosso salário. É o nosso sustento, nossa sobrevivência. Como divulgam uma lista com o nome de vários servidores, se o prazo ainda não terminou”, questiona.

A prestação de informações é obrigatória para renovar o banco de dados do município e o descumprimento acarreta na suspensão do pagamento dos vencimentos, proventos ou pensão dos servidores efetivos, aposentados e pensionistas.

O recadastramento pode ser agendado pelo site e a entrega de documentos deve ser feita em um dos polos de recebimento disponibilizados pela prefeitura: Instituto de Previdência e Assistência de Belém (Ipamb); Fundação Cultural do Município (Fumbel), e secretarias municipais de Educação (Semec), de Saúde (Sesma), além  do polo itinerante que está no Ipamb de Mosqueiro.

O DOL entrou em contato com a Prefeitura de Belém e com o Ipamb e aguarda um posicionamento referente a denúncia.

(DOL)





Comentários