Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Vereadora e equipe são assaltadas durante visita à comunidade em Belém

Sexta-Feira, 11/08/2017, 15:21:57 - Atualizado em 12/08/2017, 07:27:54 Ver comentário(s) A- A+

Vereadora e equipe são assaltadas durante visita à comunidade em Belém (Foto: Reprodução/Facebook)
(Foto: Reprodução/Facebook)

A vereadora Marinor Brito (PSol) foi assaltada, no final da manhã de ontem, quando cumpria uma agenda de trabalho parlamentar, na passagem Bom Jesus II próximo à Rua dos Mundurucus, no bairro do Guamá, em Belém. A ex-senadora estava acompanhada por uma equipe de 4 assessores e fazia, atendendo a pedido da comunidade do entorno do canal do Tucunduba, uma inspeção. 

 O objetivo da visita era verificar denúncia de abandono das obras de urbanização e construção de habitações para os moradores beneficiados pelo projeto, de responsabilidade da Prefeitura de Belém e Governo do Estado. “Assim que chegamos, fomos surpreendidos por 3 assaltantes, todos portando armas de fogo”, disse a parlamentar.  

Entre os bens roubados estavam celulares, documentos, dinheiro, bolsas e porta-cédulas, além de um equipamento profissional de fotografia e filmagem. Após o assalto e ainda sob tensão pela violência sofrida, Marinor e equipe, acompanhados de assessoria jurídica, se dirigiram para a 2ª Seccional de Polícia de São Brás, onde registraram um Boletim de Ocorrência Policial (BOP). Não houve agressão por parte dos assaltantes.

O assessor de imprensa da vereadora, Michel Jorge, fez uma publicação no Facebook falando do ocorrido. “Pessoas, fui assaltado, por 3 homens armados, agora pela manhã, enquanto fazia uma cobertura de imprensa no Tucunduba. Levaram tudo, desde habilitação até celulares. Me tirem de todos os grupos do Whatsapp”, informou.

INDIGNAÇÃO

“É o que se pode fazer, além da indignação em ter de passar por esse tipo infeliz de situação, em ser assaltada no cumprimento do trabalho que exerço diariamente em favor do povo de Belém e do Pará”, lamentou. “E constatar, mais um vez, que estamos entregues à própria sorte”, disse a vereadora. Marinor lembra que o povo paraense é vítima de todo tipo de violência cotidianamente. ”Enquanto isso, o governador Simão Jatene e o prefeito Zenaldo Coutinho, ambos no PSDB, fazem de conta que nada acontece na vida real e sofrida das pessoas de bem. É lamentável”, protestou. A vereadora, por recomendação médica, suspendeu todas as agendas de ontem e ficou de repouso em casa.

Bens roubados

Entre os bens roubados estavam celulares, documentos, dinheiro, bolsas e porta-cédulas, além de um equipamento profissional de fotografia e filmagem.

(Luiz Flávio/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:



Comentários