Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Resultado de perícia de balsa que explodiu deve sair em 30 dias

Sexta-Feira, 11/08/2017, 09:53:50 - Atualizado em 11/08/2017, 10:57:26 Ver comentário(s) A- A+

Resultado de perícia de balsa que explodiu deve sair em 30 dias (Foto: Via WhatsApp)
(Foto: Via WhatsApp)

Na manhã desta sexta-feira (11), com a diminuição da maré no rio Matuíra, em Abaetetuba, foram retomadas as ações de perícia da balsa que explodiu no posto de combustível flutuante “Milena do Amaral”, na orla do município de Abaetetuba, nordeste paraense, na última quinta-feira (10). O resultado da perícia deve sair em até 30 dias.

De acordo com a delegada Renata Gurgel, a explosão ocorreu quando um dos funcionários foi fazer uma solda na balsa. “Trabalhamos com a hipótese de que a explosão tenha ocorrido devido a algum resquício de combustível no local. Mas, a causa só será confirmada pela perícia”, explicou a delegada, referindo-se ao trabalho realizado pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

O acidente ocorreu por volta das 10h50 de ontem. Cinco funcionários do posto trabalhavam no local naquele momento. Um deles era Elton Santa Rosa Monteiro, 33 anos, que, com a explosão, foi arremessado para as águas do rio Maratuira e morreu.

O seu corpo foi encontrado pelo 15º Grupamento do Corpo de Bombeiros Militar do Pará de Abaetetuba, próximo ao local onde caiu, por volta das 17h30. As causas da explosão estão sendo investigadas pela Superintendência Regional da Polícia Civil do Baixo Tocantins, sediada no município.

Dua pessoas sofreram ferimentos leves. Destroços da balsa chegaram a atingir uma residência gerando incêndio, que rapidamente foi controlado pelos bombeiros militares. João Carol dos Santos Pantoja, 37 anos, que sofreu uma fratura no pé, foi encaminhado depois para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua.

Em nota, o HMUE informou que o paciente segue internado na unidade. Seu estado de saúde é considerado estável.

(Com informações de Pryscila Soares/Diário do Pará e Márcio Costa/ RBA TV)



Conteúdo Relacionado:



Comentários