Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Pedreiro descobre tumor no rosto e pede ajuda

Sexta-Feira, 19/05/2017, 17:37:28 - Atualizado em 19/05/2017, 21:26:52 Ver comentário(s) A- A+

Pedreiro descobre tumor no rosto e pede ajuda (Foto: Reprodução/RBATV)
(Foto: Reprodução/RBATV)

O pedreiro Dilson Pena Rabelo, de 40 anos, está sofrendo com fortes dores, há 64 dias, após descobrir um tumor do lado esquerdo do rosto. Porém, a situação está se agravando devido à falta de atendimento especializado no Hospital Ophir Loyola. 

Em entrevista à RBATV, Dilson se emocionou ao falar da sua situação. “São mais de 64 dias sentindo dor e muito mal estar. Eu queria que alguém me ajudasse. Eu não durmo noite e dia. Eu quero ficar bem para voltar a trabalhar”.

De acordo com informações de Maria Malcher, esposa de Dilson, a situação está se agravando a cada dia que passa. “Hoje ele foi tomar banho e quando nós vimos estava saindo sangue do olho dele. Ele já não consegue se alimentar com tanta dor. Nós precisamos de um médico que se interesse pelo caso dele. Ele não tem condições de ficar em casa, não consegue nem mastigar para se alimentar”, afirma. 

Ela afirma ainda que várias vezes já foram até o Hospital Ophir Loyola, porém, nem aerossol o local tem para oferecer aos pacientes. 

Maria Malcher relata ainda o drama para conseguir uma consulta no hospital. “A princípio conseguimos uma consulta (no Ophir Loyola) e a médica disse que ele precisava fazer uma biópsia para começar o tratamento o quanto antes. Porém, isso iria demorar mais de 30 dias. Então pedi um dinheiro emprestado e conseguimos fazer o exame particular e com sete dias pegamos o resultado”, conta, porém, o drama da família não acabou ai.

“Ontem (18 de maio) estivemos na consulta para levar o resultado do exame e, após aguardar mais de 2 horas, fui informada que a médica não iria trabalhar. Tentei remarcar a consulta e me falaram que ela vai sair de férias.  Então, até agora, não tem nada resolvido e ele está sofrendo em casa”, detalha. 

Ela finaliza pedindo ajuda. “Qualquer pessoa que possa ajudar a gente, agrademos muito. Cada vez que temos que levar ele para o hospital, tem que ser de táxi e não temos condições. Quem também puder ajudar com cesta básica ou até um médico que se interesse pelo caso dele”, finaliza. 

Quem quiser ajudar o pedreiro Dilson Pena Rabelo pode entrar em contato pelo número 99614-9206. 

Através de nota, o Hospital Ophir Loyola informou que o paciente compareceu ontem para uma consulta na instituição e não para o início de tratamento. Sobre o atendimento, a médica teve um mal-estar no dia por motivo de doença e não conseguiu comparecer ao hospital.

Assim, segundo o Hospital, não houve tempo hábil para avisar a todos os pacientes agendados, e que o paciente Dilson Rabelo foi informado que a consulta foi remarcada para a próxima quinta-feira(25).

(DOL)



Comentários