Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Buracos tomam conta de muitas ruas de Belém

Quarta-Feira, 17/05/2017, 07:35:53 - Atualizado em 17/05/2017, 07:35:53 Ver comentário(s) A- A+

Buracos tomam conta de muitas ruas de Belém (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)
Na avenida João Paulo II, motoristas têm de dobrar os cuidados para o veículo não cair nos buracos. (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)

Buracos tomam conta de muitas ruas de Belém

Em trecho da João Paulo II e em ruas do conjunto Satélite, os buracos colocam em risco a segurança dos motoristas. As reclamações são muitas


FOTOS: FERNANDO ARAÚJO

DESCASO

Arthur Medeiros


Motoristas, ciclistas e pedestres estão tendo de trafegar por várias ruas de Belém repletas de buracos. O DIÁRIO percorreu alguns bairros da cidade e constatou o problema. A começar pelo conjunto Satélite, no bairro do Coqueiro. Uma das principais pistas do conjunto está interditada há quase uma semana. Várias crateras bloqueiam a passagem de carros e outros veículos na SN 9, próximo ao final da linha de ônibus. Segundo os moradores, a deterioração do asfalto começou há 1 ano e vem piorando com a passagem dosveículos pesados. 

No início do ano, o buraco maior abriu e, na última semana, mais um foi aberto. Diante desse cenário e para evitar o desgaste total da rua e acidentes, a rua foi bloqueada com pedaços de pau e faixas para impedir que os automóveis passem e piorem a situação.

“Estamos prejudicados. Os ônibus não estão mais passando por aqui”, reclama a dona de casa Lindalva Lima, 67. Ela mora na WE 9, onde uma rachadura atravessa a rua e buracos também já começam a aparecer. O comerciante Nilson Moraes mora na rua seguinte, a WE 10. O problema também já chegou lá. Um buraco ainda pequeno, mas profundo está lá desde o último domingo por causa dos ônibus que estavam desviando a rota pela via. “Para sair de casa agora eu tenho de dar toda uma volta, sem falar do perigo”. O aposentado Tertulio Santos, 68, atribui o problema ao serviço mal executado, feito a toque de caixa. “É um trabalho mal feito. O dinheiro não chega todo aqui e eles fazem sem a espessura e as técnicas corretas”, declarou.

 No Satélite, moradores improvisaram sinalização para evitar acidentes. (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)

AVENIDA

Em outro ponto da cidade, na avenida João Paulo II, em frente ao Batalhão da Polícia Ambiental (BPA), no bairro Curió-Utinga, os buracos também atrapalham o ir e vir dos veículos. E a avenida é uma das principais vias de tráfego da cidade. Segundo policiais do Batalhão, que pediram para não serem identificados, muitos carros já tiveram pneus e peças quebradas por causa das condições da avenida. 

Um motociclista caiu recentemente ao passar pelo maior buraco do trecho, o que motivou os policiais a colocarem um caixote na pista para sinalizar os seguidos buracos que estavam logo adiante. Mas o alerta improvisado é quase imperceptível, principalmente durante a noite, quando os carros passam em alta velocidade. A Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), afirma que está atuando em regime de mutirão para recuperar o asfalto de toda a extensão da avenida João Paulo II. Disse que, ontem, o trecho próximo ao Batalhão de Policiamento Ambiental foi atendido com serviços de reparo. Também diz que começou a recuperar a rede de drenagem localizada na SN9, no Conjunto Satélite. 

(Arthur Medeiros/Diário do Pará)



Comentários