Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Lancha que naufragou é localizada após 12 dias

Segunda-Feira, 19/12/2016, 13:51:24 - Atualizado em 19/12/2016, 19:52:59 Ver comentário(s) A- A+

Lancha que naufragou é localizada após 12 dias (Foto: Divulgação/Segup)
(Foto: Divulgação/Segup)

O Barco Luar C, que naufragou no dia 7 deste mês, no Marajó, foi localizado nesta segunda-feira (19). As buscas pelas vítimas foram suspensas no sábado (17), onde foram encontrados quatro corpos e outros cinco continuam desaparecidos. Outras 43 pessoas foram resgatadas com vida.

De acordo com Márcio Carvalho, supervisor de mergulho da empresa Tecmar, a lancha foi encontrada no início da tarde desta segunda-feira (19). “Hoje um pescador nos procurou para dizer que sua rede de pesca havia engatado nesse ponto, na saída do furo do rosal, e nossa equipe foi até o local. Chegando lá, por volta de 12h40, jogamos uma rede própria e ela também engatou. Então nosso mergulhador foi verificar e constatou que a lancha estava no local”, conta.

Ele diz ainda que uma equipe da Capitania dos Portos está no local para verificar a ocorrência. “Existe a possibilidade de terem corpos na lancha, então o trabalho tem que ser feito com cautela. A lancha está há mais de 30 metros de profundidade”, diz Márcio Carvalho. 

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informa que a Defesa Civil Municipal de Ponta de Pedras contatou o Corpo Bombeiros Militar do Pará e informou que uma empresa particular localizou uma embarcação as proximidades do furo do Carnapijó. A Segup informa ainda que o Corpo de Bombeiros já enviou ao local, lanchas e mergulhadores para averiguar se o barco encontrado trata-se da embarcação 'Luar C' que naufragou no último dia 07.

Depoimentos

O proprietário e o capitão da lancha prestaram depoimentos na tarde desta segunda, no Grupamento Fluvial. Os depoimentos farão parte do inquérito instaurado para investigar as causas do desastre que matou quatro pessoas. Um total de 43 passageiros foram resgatados com vida e cinco continuam desaparecidos.
De acordo com o CBM, quatro mergulhadores do a Corporação participam das buscas. Lanchas do Corpo de Bombeiros e da Marinha do Brasil participam do trabalho de resgate.

(DOL)

Leia também:

Comentários