Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Agronegócio deve ter crescimento de 2% em 2017

Quarta-Feira, 07/12/2016, 09:19:24 - Atualizado em 07/12/2016, 09:51:29 Ver comentário(s) A- A+

Agronegócio deve ter crescimento de 2% em 2017 (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O agronegócio deve apresentar expansão de 2% em 2017, segundo estimativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), divulgada nesta terça-feira (6). Segundo estimativa da confederação, o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio terá crescimento entre 2,5% a 3%, em 2016.

O setor aumentou a sua participação no PIB de 2015 para este ano, com alteração do percentual de 21,5% para 23%. Para o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, a tendência é de continuidade do crescimento do percentual de participação do setor na economia. Para ele, no próximo ano, o segmento sucroenergético vai expandir, impulsionado pelo aumento de preços do açúcar e etanol.

O setor agropecuário representa 48% das exportações totais do País, segundo a CNA. Em 2016, os produtos do agronegócio deverão garantir saldo comercial significativo ao País: 
US$ 72,5 bilhões.

PROJEÇÃO

Já o desempenho do agronegócio brasileiro no período de 2016 a 2026 será melhor do que a média mundial para produtos como soja, milho, açúcar e carnes (bovina, suína e frango), aumentando a participação do País no mercado global.

A conclusão é do “Outlook Fiesp 2026 – Projeções para o Agronegócio Brasileiro”, levantamento elaborado pelo Departamento de Agronegócio (Deagro) da Fiesp, que reúne diagnósticos e projeções do setor.

PARA ENTENDER 

CRESCIMENTO TOTAL

- De acordo com o Outlook Fiesp 2026, a participação de mercado do Brasil nas exportações mundiais de soja, por exemplo, chegará a 49% em 2026, com crescimento anual de 4,6%, acima dos 2,7%, em média, dos demais produtores.

- Nos próximos 10 anos, diz o estudo, o ritmo de crescimento do agronegócio brasileiro será maior do que no resto do mundo.

 

(Diário do Pará)

Leia também:

Comentários