Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Celpa: procedimentos irregulares podem ser fatais

Terça-Feira, 06/12/2016, 17:30:57 - Atualizado em 06/12/2016, 17:30:57 Ver comentário(s) A- A+

Somente neste ano foram 16 acidentes envolvendo a rede elétrica, em todo o Estado, de acordo com dados da Celpa. Desse total, sete foram fatais e as causas estão diretamente relacionadas a procedimentos irregulares junto a fiação energizada. 

Na Região Metropolitana de Belém, foram cinco casos e imprevistos graves na rede elétrica também aconteceram em cidades como Santarém, Altamira e Itaituba, que juntas contabilizam quatro ocorrências.

O furto de energia é um dos principais causadores de acidentes e a concessionária reforça que as ligações clandestinas são procedimentos irregulares e que geram prejuízos a toda a sociedade, como interrupções no fornecimento e oscilações no nível de tensão.

As ligações da rede elétrica, só podem ser feitas pelo eletricista da Celpa. O contato com rede elétrica deve ser evitado, assim como as ligações clandestinas.

De acordo com o executivo da área de Recuperação de Energia, River Thadeu Lima, a rede elétrica jamais deve ser manuseada por pessoas leigas no assunto. “Somente profissionais treinados e habilitados devem manusear a rede elétrica. A eletricidade é algo perigoso, que devemos ter todo o cuidado possível para evitar acidentes e até mesmo fatalidades como esta que aconteceu recentemente. Nó lamentamos esses acidentes e reforçamos que se deve manter distância da fiação elétrica”, orienta o executivo.

Furto de energia

O desvio de energia é um procedimento irregular e criminoso.  Quem o pratica pode ser enquadrado em dois artigos do Código Penal Brasileiro: o 155 (furto), parágrafo 3º, que tem como pena prevista 1 a 4 anos de reclusão e multa; e o 265, que trata de atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública e prevê pena de reclusão de 1 a 5 anos, além de multa.

 
Buscando informar ainda mais sobre segurança com a rede, a Celpa aproveita para orientar sobre segurança com a rede conforme os seguintes itens:

 - Ao instalar ou manusear a antena em residências, deve-se escolher um lugar afastado dos fios da rede elétrica e sempre quando o tempo estiver bom. Caso a antena caia nos fios, nunca tentar segurá-la ou recuperá-la. 

- As pipas devem ser empinadas longe da fiação elétrica. Quando o ‘papagaio’ ficar preso a fiação, jamais deve ser feito esforço para retirá-lo. O movimento de puxar a linha pode acarretar em uma descarga elétrica. 

- Em casos de cabos partidos, eles jamais devem ser tocados. Deve-se sinalizar o local para que outras pessoas não entrem em contato e ligar imediatamente para a Celpa no 0800 091 0196 e informar o ocorrido.

(Com informações da Celpa)

Leia também:

Comentários