Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Marambaia: bairro acolhedor e de comércio variado

Sábado, 03/12/2016, 07:55:46 - Atualizado em 03/12/2016, 07:55:46 Ver comentário(s) A- A+

Marambaia: bairro acolhedor e de comércio variado (Foto: Wagner Santana)
Insegurança na Marambaia foi o ponto negativo destacado (Foto: Wagner Santana)

Maranhense e recém-casada, Rosa Reis, então com 24 anos, foi morar na rua da Mata, no bairro da Marambaia, em Belém. Isso há 35 anos. Na época, o chão era de terra batida, a iluminação pública era pouca e a vizinhança pequena. Foi uma fase que a dona de casa, hoje com 59 anos, guarda as melhores lembranças. “O bairro me acolheu de braços abertos. Foi aqui que criei meus 3 filhos. Fui e estou sendo muito feliz”, conta.

Rosa gostou tanto do bairro e, especialmente, da rua, que mudou 3 vezes de casa, mas nunca saiu de perto daquela vizinhança. “Sempre tive bons vizinhos. Todo final de tarde temos o costume de sentar em frente de casa para conversar”, diz. A rua da Mata é uma das vias mais antigas e extensas da Marambaia. Está localizada na parte onde os moradores chamam de “Marambaia velha”, área considerada mais antiga, que vai da avenida Pedro Álvares Cabral até a avenida Rodolfo Chermont. Concentra estabelecimentos comerciais diversos, a feira da avenida Dalva e as praças Dom Alberto Ramose Tancredo Neves. 

Foto: Wagner Santana

Já na “Marambaia nova”, está o conjunto da Cohab e ainda onde se encontra o Parque Ecológico Municipal Gunnar Vingren. O bairro da Marambaia tem cerca de 70 mil moradores. Chama bastante a atenção a construção de prédios em torno do bairro, principalmente nas avenidas Tavares Bastos e Rodolfo Chermont, duas vias importantes.

O amor do motorista Lucivaldo Tavares, 58, pela dona de casa Vanda Ricardo, de 49, começou em Paragominas, sudeste paraense. Mas foi no bairro da Marambaia, na capital do Estado, que a união foi concretizada. Há 26 anos, o casal mora no bairro e estão convictos que não há outro lugar melhor para se viver. “É um dos melhores bairros de Belém. É tranquilo. Não temos alagamento, ainda conseguimos sentar na porta de casa sem ser assaltados”, afirma Vanda. 

CASAL

Apesar do carinho que tem pelo lugar, a dona de casa conta que assim como qualquer outro bairro, há suas mazelas que, para ela, é a insegurança pública. Mesmo assim ela diz que viver hoje na Marambaia é melhor do que há 10 anos, quando a insegurança era ainda maior, segundo ela. “Melhorou bastante”, reforça. Lucivaldo concorda com a esposa, porém, prefere atribuir qualidades ao bairro ao invés dos problemas. “É ótimo morar aqui”.

Casal Lucivaldo e Vandadizem gostar muito de morar no bairro. Foto: Wagner Santana.

 

 

(Michelle Daniel/Diário do Pará)

Leia também:

Comentários