Notícias / Brasil

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Oposição quer impeachment de Temer após depoimento

Quinta-Feira, 24/11/2016, 19:29:46 - Atualizado em 24/11/2016, 20:32:12 Ver comentário(s) A- A+

Oposição quer impeachment de Temer após depoimento (Foto: Lula Marques/AGPT)
(Foto: Lula Marques/AGPT)

Após o depoimento do ex-ministro da Cultura Marcelo Calero, senadores da oposição decidiram ingressar com um pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer.

Segundo o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), a base do pedido será o depoimento à Polícia Federal do ex-ministro.

 

Calero afirmou à PF, segundo informações do jornal “Folha de S.Paulo”, que Temer o "enquadrou" no intuito de encontrar uma "saída" para a obra de interesse do ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo). “Temer usou o cargo e agiu como sócio de Geddel. Esse fato desmoraliza mais ainda o presidente ilegítimo. Não há outro caminho, ele vai ter que responder pelo crime de responsabilidade”, disse Lindemberg ao jornal.

Na Câmara dos Deputados, o deputado Jorge Solla (PT-BA), autor de requerimentos derrotados para convocar Geddel Vieira Lima e convidar Marcelo Calero a prestarem depoimentos, disse que vai acionar a PGR (Procuradoria-Geral da República).

"É um presidente da República pressionando um ministro para atender interesses patrimoniais de outro ministro. É muito grave", afirmou Solla. "Se já era uma coisa complicada, não só ilegal, mas escandalosa a postura de Geddel, isso partindo de um presidente, mesmo sendo golpista, tem que ser rechaçado", disse o deputado.

Pegos de surpresa, integrantes da oposição ao governo na Câmara evitaram comentar a denúncia de Calero contra Temer. "Preciso de mais informação porque o tema é muito delicado", disse Orlando Silva (PC do B-SP), vice-líder da Minoria.

ENTENDA O CASO

Fev.2014

Projeto de construção La Vue é submetido ao Iphan. Escritório Técnico de Fiscalização, formado por Iphan, governo da Bahia e Prefeitura de Salvador, emite laudo afirmando não ser favorável ao empreendimento por seu impacto paisagístico

 

Out

Órgão que emitiu laudo contrário ao La Vue é extinto pelo Iphan

 

Nov

Coordenador-técnico do Iphan na Bahia, Bruno Tavares, discorda do laudo e emite parecer liberando o empreendimento. Liberação?se dá com base em um estudo interno sem valor legal, que delimita área de proteção ao patrimônio no bairro da Barra

 

Mar.2015

Prefeitura de Salvador libera alvará com base no parecer do Iphan. Obras são iniciadas e apartamentos começam a ser vendidos

 

Jul

Vereadores de Salvador criticam empreendimento e Geddel rebate, defendendo o edifício nas redes sociais

 

Set

Instituto dos Arquitetos do Brasil entra com ação civil pública questionando a obra na Justiça

 

Mai.2016

Após análise do empreendimento, Iphan nacional conclui que edifício é incompatível com a região em que está sendo erguido. Familiares de Geddel assinam procuração e passam a representar empreendimento junto ao Iphan

 

Nov

Procuradoria recomenda paralisação do empreendimento. Iphan decide embargar a obra

 

18.nov

Ministro da Cultura, Marcelo Calero, pede demissão; à Folha, afirma ter sido pressionado por Geddel

(Com informações da Folhapress)

Leia também:

Comentários