Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Jader cobra duplicação da BR-316

Quarta-Feira, 19/10/2016, 08:22:18 - Atualizado em 19/10/2016, 08:22:18 Ver comentário(s) A- A+

Jader cobra duplicação da BR-316 (Foto: Moreira Mariz/Agência Senado)
Jader Barbalho, senador, tem lutado pela duplicação da BR-316 junto ao Governo Federal. (Foto: Moreira Mariz/Agência Senado)

Considerada a 4ª entre as 10 estradas mais perigosas do Brasil, a rodovia paraense BR-316, principalmente no trecho que vai de Castanhal à Santa Maria do Pará, acumula histórias de acidentes e mortes. O trecho da rodovia é conhecido como “zona vermelha” e arca com o maior fluxo de veículos entre as estradas do Estado. Sua duplicação é uma das principais demandas de quem vive na região nordeste do Pará.

O senador Jader Barbalho (PMDB) tem defendido a duplicação junto aos principais representantes do Governo Federal. O Senador solicita a inclusão do trecho da BR-316 entre Belém e Capanema, no Programa Nacional de Desestatização (PND) e também no Programa de Investimento em Logística (PIL) da União.

Ontem, Jader Barbalho solicitou, em ofício, ao ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, informações sobre o resultado do edital publicado no dia 8 de março deste ano, no Diário Oficial da União. O edital autoriza a realização de projetos e de estudos de viabilidade técnica para subsidiar a concessão do trecho da BR-316, entre a divisa de Belém e Ananindeua e do entroncamento com a BR-308, em Capanema, nordeste paraense.

DUPLICAÇÃO

Segundo Jader, será incluído no edital de licitação para concessão do trecho da BR-316, a obrigatoriedade de que seja feita a duplicação até Capanema. O Senador lembrou que a publicação estabelecia 11 de abril como prazo máximo para entrega das propostas. “Este é o primeiro passo para a realização deste projeto, que pode ser considerado um dos mais importantes para a população paraense”, diz Barbalho.

PARA ENTENDER

A duplicação até Capanema vai permitir a integração ao eixo viário que inclui outras duas rodovias federais, a BR-010 (Belém/Brasília) e a BR-222, que interliga a região Nordeste do Pará ao sul e sudeste, via Marabá.

(Luiza Mello/Diário do Pará)

Leia também:

Comentários