Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Servidores prometem manifestação contra Zenaldo

Quarta-Feira, 28/09/2016, 13:25:17 - Atualizado em 28/09/2016, 14:44:47 Ver comentário(s) A- A+

Servidores prometem manifestação contra Zenaldo (Foto: Bruno Carachesti / Arquivo)
Servidores comprovam denúncias de ações eleitoreiras para beneficiar Zenaldo Coutinho. (Foto: Bruno Carachesti / Arquivo)

Após denúncias feitas pelo Ministério Público e a comprovação de provas sobre um esquema de servidores dentro da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e do Conselho Municipal de Saúde, em favorecimento do atual prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), um grupo de servidores demitidos esteve no DOL acusando o atual prefeito de selecionar pessoas para continuar em atividade, em favorecimento de serviços eleitoreiros na cidade, no próximo pleito eleitoral.

A denúncia já havia sido feita por um grupo de servidores ao DIÁRIO DO PARÁ, no útimo dia 14 de agosto.

A justiça concedeu uma liminar através do juiz Antônio Cláudio Cruz, sobre a reintegração dos servidores após serem desligados dos órgãos municipais no último dia 18, porém a decisão foi suspensa na última segunda-feira (27).

O documento pede a saída do presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Luis Pantoja, conhecido como “Zeca do Barreiro”.

(Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)

"A Prefeitura tinha o prazo de 72 horas para cumprir a decisão, quando foi na segunda-feira à tarde, deram a carta para retornarem ao serviço, mas não para todos os 308 funcionários. Estão expondo este tipo de constrangimento e sofrendo represália porque pressionamos para entrar, pelo processo seletivo”, diz a servidora Malena Santos.

Diante do assunto, o grupo que representa 308 servidores demitidos e vão realizar um ato contra a decisão da Justiça e vão recorrer da sentença, nesta quinta-feira (29). “Estaremos no Ministério Público para recorrer da decisão, mas antes vamos realizar um ato público”, diz a servidora.

A reportagem tentou contato com a assessoria do candidato, mas não conseguiu ser atendida.

(DOL)

Leia também:

Comentários