Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Edmilson Rodrigues será lançado pré-candidato

Segunda-Feira, 29/02/2016, 07:36:14 - Atualizado em 29/02/2016, 07:36:14 Ver comentário(s) A- A+

Edmilson Rodrigues será lançado pré-candidato (Foto: Thiago Araújo/Arquivo)
Edmilson Rodrigues já foi prefeito de Belém por 2 mandatos, entre os anos de 1997 e 2005. (Foto: Thiago Araújo/Arquivo)

O deputado federal Edmilson Rodrigues (PSol) será lançado pré-candidato à Prefeitura de Belém na noite de hoje. Edmilson já governou a capital paraense por 2 mandatos consecutivos, entre 1997 e 2005. Considerado a principal liderança do PSol no Pará, Edmilson aposta na popularidade e no desgaste da atual gestão municipal para concorrer. “Há um desejo de mudança na cidade, que vive um momento delicado de abandono”, afirma a presidente do diretório municipal do PSol Belém, Araceli Lemos.

Nascido em Belém, Edmilson Rodrigues é professor e arquiteto formado pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Na última eleição para deputado federal, Edmilson foi o 3º candidato mais votado do Pará e mais votado em Belém, obtendo 170 mil votos. O ato de lançamento da pré-candidatura é considerado pelo PSol como o 1º passo de uma longa caminhada que ainda há pela frente em busca de novos apoios e conquista de votos.

COLIGAÇÕES

Os psolistas evitam falar sobre coligações, mas afirmam que o partido vem fazendo conversas com possíveis apoiadores. Segundo Araceli, a direção nacional aprovou uma resolução, em 2011, autorizando alianças com partidos que, naquela ocasião integravam a Frente de Esquerda Brasil Popular, como o PSB, PCdoB e PT. No entanto, ela considera que, de lá para cá muita coisa mudou e que agora será necessária uma avaliação criteriosa sobre a política de alianças. 

“Mas esse diálogo só vai acontecer a partir das convenções partidárias”, diz Araceli. Segundo resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as convenções para a escolha dos candidatos e para deliberação de coligações devem acontecer de 20 de julho a 5 de agosto. O evento de hoje trará a Belém lideranças nacionais do PSol, como o presidente nacional, Luiz Araújo, e o presidente da Fundação Lauro Campos, Juliano Medeiros.

(Leidemar Oliveira/Diário do Pará)

Leia também:

Comentários