Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Para ler e relaxar em 38 m², por Benedito Netto

Terça-Feira, 03/11/2015, 17:16:12 - Atualizado em 04/11/2015, 12:12:49 Ver comentário(s) A- A+

Para ler e relaxar em 38 m², por Benedito Netto (Foto: Celso Rodrigues/Diário do Pará)
Em um espaço de 38 m² a sala reúne elementos que retratam bem o tema da Casa Cor. (Foto: Celso Rodrigues/Diário do Pará)

O ambiente reservado para a leitura deve ser aconchegante, silencioso, agradável e contribuir com a concentração. Todos estes aspectos estão reunidos no espaço de 38 m² assinado pelo designer Benedito Netto, em exposição na 5ª edição da Casa Cor Pará.  "Criar uma reflexão sobre o nobre hábito de ler" é a aposta do designer para a "Sala de Leitura", que pode ser visitada na Casa Principal da mostra.

O ponto de partida usado por Benedito para projetar o ambiente, foi a escolha de uma peça feita pelo designer carioca Sérgio Rodrigues: a "poltrona mole". O móvel foi uma criação da década de 50 que, inclusive, foi premiado e exposto em museus internacionais. Sérgio Rodrigues procurava, sempre, trazer a identidade brasileira para seus projetos tanto nos desenhos, quanto nos materiais tradicionais – couro, palhinha e madeira - exaltando a cultura brasileira e indígena.

Com este ponto de partida, foi idealizada a "Sala de Leitura" de Benedito Netto.

"Por conta desta inspiração, referenciei todo o espaço pelos aspectos indígenas. Usando cestarias, colares, cuias e até canoa", comenta o arquiteto. As peças vieram de diferentes regiões do Brasil, como das tribos dos Krahô, no Tocantins e dos Assurini, no sul do Pará. 

Conheça todos os arquitetos e seus respectivos espaços.

Veja mais imagens da "Sala de Leitura.

(Foto: Celso Rodrigues/Diário do Pará)

Quem visita o espaço pode observar, além das peças decorativas, uma luz nas poltronas. "A iluminação clara em cada poltrona atrai o leitor e o convida, de modo aconchegante, para uma boa leitura e até para apreciar um bom vinho", ressalta Netto que incluiu duas adegas no ambiente. "A sala serve, também, como um espaço de refúgio. É para aquela pessoa que chega em casa após um longo dia de trabalho e que um lugar para descansar e ficar longe de tablet, celular e televisão, por exemplo", completa.

Fotografias - várias fotos compõem o espaço. Todas as imagens são do fotógrafo paraense João Ramid, conhecido por retratar bem a Amazônia, através das lentes. As telas da parede, assinadas pela artista Dina Oliveira, também podem ser observadas e admiradas pelos visitantes da Casa Cor.

"Temos muitas riquezas em nosso país e aproveitei o tema da mostra para retratar bem todas estas particularidades e mostrar nossa brasilidade", pondera Netto que participa pela primeira vez da Casa Cor.

A Casa Cor Pará está montada no Shopping Boulevard e pode ser visitada, de segunda a sexta, das 16h às 22h; sábados, domingos e feriados, das 14h às 22h. O Grupo RBA é parceiro da Casa Cor Pará 2015, sendo o divulgador oficial do evento. Acompanhe todos os detalhes do espaço da Casa Cor no DOL.

(Adriana Pereira/DOL)

Leia também:

Comentários