Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Servidores do Incra declaram greve em Marabá

Sexta-Feira, 10/07/2015, 15:14:04 - Atualizado em 10/07/2015, 16:45:21 Ver comentário(s) A- A+

Servidores do Incra declaram greve em Marabá (Foto: Jéssika Ribeiro)
(Foto: Jéssika Ribeiro)

Os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de Marabá, no sudeste paraense, declararam greve nesta sexta-feira (10). Dentre as principais reivindicações dos trabalhadores estão a reposição salarial imediata de 27%, melhorias nas condições de trabalho e concurso público. 

De acordo com o servidor Manoel Pereira, as manifestações dos servidores já vêm ocorrendo há algum tempo.

A proposta do governo de reposição salarial de 21,3% dividida em quatro anos - de 2016 a 2019 - foi considerada indecorosa e recusada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Pará (Sindsep).

Em contrapartida, o Sindsep decidiu, em assembleia no decorrer desta semana, pela greve a partir de hoje. 

“Isso não satisfez o desejo dos trabalhadores que queriam pelo menos a reposição inflacionária de 27% em no máximo duas vezes. Como o governo insistiu na sua decisão, a gente resolveu entrar em greve para ver se conseguimos sensibilizar o governo nesse sentido”, afirma Manoel Pereira.

Segundo Bento Ferreira da Silva, filiado ao Sindicato dos Servidores Públicos Federais, a reivindicações são “infraestrutura nos órgãos, melhorias salariais, nas gratificações, na aposentadoria e na saúde dos servidores, pra que se possa ter uma resposta positiva na sociedade”.

Já a paridade e integralidade entre ativos, aposentados e pensionistas, recomposição e equiparação salarial com os demais órgãos, reestruturação urgente das carreiras e definição de data base (1º de maio) são outras pautas.

(DOL com informações de Jéssika Ribeiro/Marabá)

Leia também:

Comentários