Notícias / Pará

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Corpo de policial será velado em Ulianópolis

Quinta-Feira, 09/07/2015, 10:50:10 - Atualizado em 09/07/2015, 11:58:09 Ver comentário(s) A- A+

Corpo de policial será velado em Ulianópolis (Foto: Via Whatsapp)
O corpo do Cabo Brito será velado nesta quinta-feira (9), no município de Ulianópolis e sepultado no Maranhão, estado onde nasceu. (Foto: Via Whatsapp)

O corpo do cabo da Polícia Militar Francisco Brito Rodrigues, 40 anos, será velado no município de Ulianópolis, região sudeste do Pará, nesta quinta-feira (9), e seguirá para o estado do Maranhão, onde será sepultado.

O policial militar morreu após a viatura em que ele estava capotar na estrada do Cauxi, zona rural de Ulianópolis, na tarde de quarta-feira (8). Brito estava acompanhado de outros três policiais, que sofreram ferimentos leves, e foram encaminhados para o hospital da cidade. Ainda não há informações do estado de saúde dos militares.

O cabo Brito atuava há 17 anos na Polícia Militar, e pertencia ao Grupo Tático Operacional do 19º Batalhão PM / Comando Regional de Paragominas, e era natural do Maranhão.

Nota de pesar

A Polícia Militar do Pará, por meio de seu Comandante Geral, Oficiais e Praças e toda a família miliciana, comunica com profundo pesar o falecimento do Cabo PM Francisco Brito Rodrigues, integrante do Grupo Tático Operacional do 19º Batalhão PM / Comando Regional de Paragominas, ocorrido na tarde da quarta-feira, 08 de julho quando se deslocava a serviço da PMPA pela operação Reprerban e foi vítima de acidente de trânsito na viatura de serviço à altura do município de Ulianópolis.

Natural do Estado do Maranhão, com 40 anos de idade e 17 anos na Polícia Militar, o cabo Brito deixa esposa e filhos e um grande número de amigos e colegas de farda que conquistou ao longo de sua vida e dedicação nas fileiras da PMPA, sempre demonstrando ser leal e abnegado, comprometido com o serviço policial militar e  disposto a aprender mais em sua atuação como guardião da sociedade paraense. 

(DOL com informações da Polícia Militar)

Leia também:

Comentários