Notícias / Mundo

CONFESSOU OS CRIMES

Homem culpa aplicativo após matar seis pessoas, mas é condenado

Terça-Feira, 08/01/2019, 09:55:18 - Atualizado em 08/01/2019, 10:16:25 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Homem culpa aplicativo após matar seis pessoas, mas é condenado (Foto: Reprodução)
Inicialmente, Jason Dalton, de 48 anos, alegou ter sido um "fantoche" da Uber, que teria controlado seu "corpo e mente" durante as mortes (Foto: Reprodução)

Após colocar culpa em aplicativo por matar seis pessoas, Jason Dalton, de 48 anos, foi condenado. Ele confessou que matou seis pessoas aleatoriamente em um tiroteio no estado americano de Michigan, no ano de 2016.

Inicialmente o motorista da Uber afirmou que a culpa foi do próprio aplicativo, que teria “controlado sua mente e corpo”. O argumento, no entanto, foi mudado momentos antes do julgamento começar.

Jason enfrenta uma sentença de prisão perpétua obrigatória sem liberdade condicional. Entre as acusações, estão: seis assassinatos, duas tentativas de homicídio e oito relacionadas a crimes de armas de fogo.

O TIROTEIO

O crime aconteceu em 2016, em um sábado à noite, em três locais diferentes: fora de um restaurante, uma concessionária de carros e um bloco de apartamentos.

A primeira troca de tiros deixou uma mulher em estado grave em um edifício residencial.

Já na concessionária, pai e filho foram baleados e mortos, além de uma terceira pessoa que ficou ferida.

O terceiro tiroteio terminou em um estacionamento de um restaurante.

(Com informações do Notícias ao Minuto)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL