Notícias / Mundo

AGRESSÕES

Vídeo chocante: homem espanca namorada em reality após crise de ciúmes

Domingo, 09/12/2018, 22:02:49 - Atualizado em 10/12/2018, 13:21:05 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Vídeo chocante: homem espanca namorada em reality após crise de ciúmes (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Um vídeo com cenas fortíssimas mostra o momento em que um participante de um reality show, de 34 anos, espanca a namorada, de 21 anos, por ciúmes. A cena foi ao ar no programa “Dom 2”, produzido e exibido na Rússia, em que casais precisam construir uma casa juntos e depois competir para ver em quem fica com o imóvel.

Segundo informações do portal “Daily Mail”, a discussão começou quando Andrei Shabarin, perguntou à namorada, Rozaliia Raison, se algum homem da casa havia a tocado. A mulher disse que um deles tinha dado um abraço nela. Neste momento, Shabarin partiu para a cima da moça.

Rozaliia Raison e Andrey Shabarin (Foto: Reprodução Instagram)

O casal Rozaliia Raison e Andrey Shabarin (Foto: Reprodução Instagram)

No vídeo, é possível vê-lo puxando o cabelo da vítima e depois a espancando. A jovem tenta se proteger de todas as formas. Outro participante do reality ainda tenta impedir que Shabarin continuasse com a agressão.

O diretor do programa decidiu expulsar Shabarin do reality após o ocorrido. Rozalia acabou saindo também e os dois continuam o relacionamento fora da TV. O vídeo da agressão continua disponível no Instagram do programa, @dom2_reality e tem mais de 728 mil visualizações.

O VÍDEO TEM IMAGENS FORTES!

Visualizar esta foto no Instagram.

Не пропусти завтра #Дом2 на канале #ТНТ

Uma publicação compartilhada por dom2_reality (@dom2_reality) em

Em fevereiro de 2017, o presidente russo Vladimir Putin sancionou uma lei polêmica que despenaliza a violência doméstica e dá "carta branca" para homens baterem em suas mulheres, desde que não deixem marcas ou quebrem ossos. A pena para o agressor que não descumprir os requesitos é uma multa ou trabalho voluntário.

Caso a agressão aconteça novamente no período de um ano, ele pode ser preso, porém é a própria vítima que deve coletar e apresentar evidências da violência.

(Com informações do portal Marie Clarie)





Comentários

Destaques no DOL