Notícias / Mundo

EDIÇÃO ELETRÔNICA

China colocou o Ursinho Pooh em sua "lista negra"

Segunda-Feira, 17/07/2017, 16:00:02 - Atualizado em 17/07/2017, 16:00:02 Ver comentário(s) A- A+

China colocou o Ursinho Pooh em sua
(Foto: (Foto: Reprodução Twitter Financial Times))
 (Foto: Reprodução Twitter Financial Times)

 

O desenho infantil Ursinho Pooh foi censurado na China, segundo a agência France Presse. O motivo? Memes comparando o presidente  Xi Jinping com o personagem amado por tantas crianças. 

O Ursinho tem aparecido em comparação ao governante chinês na internet desde 2013, principalmente em postagens na rede social Weibo (equivalente chinesa do Twitter). Em entrevista ao Financial Times, Qiao Mu, professor assistente de mídia na Universidade de Estudos Estrangeiros de Pequim, afirmou que as censuras aumentaram no país. "Historicamente, duas coisas não são permitidas: organização política e ação política. Mas este ano um terceiro foi adicionado à lista: falar sobre o presidente."

A primeira brincadeira envolvendo Xi Jinping com Pooh foi uma comparação de uma imagem do governante com o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. A publicação colocava lado a lado a imagem de Pooh e seu colega Tigrão em uma posição semelhante a dos dois presidentes. A outra brincadeira veio tempos depois, quando os internautas compararam Xi Jinping e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe aos personagens momento Pooh e Bisonho.

 (Foto: Reprodução Twitter)

 

Até agora nada foi confirmado pelo governo da China, mas a história continua repercutindo. De acordo com a página Global Risk Insights, um outro meme de 2015 que compara uma foto do presidente dentro de um carro com outra imagem de Pooh em um conversível foi a "mais censurada do ano na China".

 (Foto: Reprodução)

 

Leia mais:
Marvel criará primeiro super-herói chinês protagonista em HQs
+ Critérios de censura do Facebook vazam; conheça

Fonte: Revista Galileu





Comentários